Flamengo empata em casa e pode sair da zona de classificação da Taça Rio

Paulo Chagas

, Destaque, Flamengo

Não faltou tentativa! Apesar de ter pressionado o Volta Redonda o jogo todo, o Flamengo ficou no 0 a 0, neste sábado (16), no Maracanã. Com o resultado, o Rubro-Negro perde a liderança do Grupo C da Taça Rio para o Bangu. Além disso, pode sair da zona de classificação para as semifinais. Afinal, a equipe tem oito pontos e pode ser ultrapassada pela Cabofriense, que tem seis, e enfrenta o Americano, no domingo (17).

Flamengo pressiona mas não sai do zero

Criticado pela torcida, Rodinei foi capitão do Flamengo (Foto: Alexandre Vidal | Flamengo)

O Flamengo começou cedo o bombardeio ao Volta Redonda. Logo aos 6’, o Rubro-Negro quase abriu o placar. Após passe de Arrascaeta, Ronaldo bateu prensado. A bola sobrou para Uribe que chutou em cima da marcação. Logo depois, Lucas Silva recebeu na esquerda, mas chutou torto. Jogando como capitão, Rodinei também teve uma chance, mas bateu fraco, nas mãos do goleiro Douglas Borges.

Mas se engana quem pensa que o Volta Redonda aceitou passivamente a pressão do Flamengo. Apostando na bola aérea, o Voltaço quase abriu o placar em cabeçadas de João Carlos e Marcelo. Entretanto, o domínio era todo Rubro-Negro: Após bom passe de Trauco, Vitor Gabriel chegou de carrinho na bola, mas Douglas Borges defendeu. Logo depois, o goleiro saiu mal, a bola sobrou para Arrascaeta, que bateu muito perto do gol.

Arbitragem erra e Rubro-Negro tropeça em casa

Poupado, Diego entrou no segundo tempo contra o Volta Redonda (Foto: Alexandre Vidal | Flamengo)

Na volta para a segunda etapa, o Flamengo seguiu pressionando. Em cobrança de falta, Trauco quase abriu o placar, mas viu Douglas Borges salvar novamente o Volta Redonda. Aos 20’, o Pathrice Maia teria deixado de marcar um pênalti a favor do Rubro-Negro: Rodinei aproveitou cruzamento, cabeceou e a bola bateu no braço de Luiz Paulo.

Logo depois do lance polêmico, Ronaldo experimentou de longe, mas não conseguir chegar ao gol de Douglas Borges. Minutos mais tarde, o Flamengo chegou ainda mais perto de abrir o placar. Após cruzamento de Arrascaeta, Uribe cabeceou bem, mas bola bateu na trave. Na sequência, o uruguaio bateu colocado, entretanto, o goleiro do Volta Redonda impediu o gol Rubro-Negro.

Nos minutos finais, Diego teve a chance da vitória nos pés, em cobrança de falta. Entretanto, a bola bateu na barreira do Voltaço. Logo depois, Hugo Moura chegou a balançar as redes. Após chute do Camisa 10, Douglas Borges espalmou torto e a bola sobrou para o zagueiro, em posição legal, completar para o gol. Entretanto, o árbitro Pathrice Maia anulou o tento rubro-negro.

Deixe uma resposta