Rhodolfo ou Léo Duarte? Volta de zagueiro cria dúvida no Fla

Paulo Chagas

, Flamengo

Agosto de 2018: Rhodolfo se recupera de lesão muscular, mas perde a titularidade para Léo Duarte, que se torna um dos destaques do Flamengo. Sete meses depois, o zagueiro novamente passa por uma contusão muscular que o afasta da titularidade. E, mais uma vez, o Camisa 43 assume o comando da defesa rubro-negra. Mas será que o cenário se repete permanentemente?

Homem de confiança, zagueiro sofre com lesões

Rhodolfo perdeu espaço no Flamengo, em 2018 (Foto: Gilvan de Souza | Flamengo)

Rhodolfo se tornou um dos homens de confiança de Abel Braga, assim que o treinador chegou ao Flamengo. No alto dos seus 1,93m, o Camisa 44 seria o ponto de equilíbrio da defesa nas bolas aéreas. E, mesmo que tenha sofrido três gols nos quatro jogos que fez pelo Rubro-Negro, apenas um foi de cabeça, contra o Bangu.

Mas, pesa contra Rhodolfo, o histórico de lesões. Afinal, o zagueiro sofreu quatro lesões musculares em quase dois anos de Flamengo. A última delas, na panturrilha esquerda, há um mês. Somando todo o período em que ficou afastado, aliás, o zagueiro chegou a 154 dias sem entrar em campo, em decorrência das contusões. Na mais grave, o Camisa 44 ficou 71 dias sem jogar, por conta de uma lesão no músculo reto-femural da coxa.

Xodó da torcida, zagueiro sofreu com gols de cabeça

Cria da base, Léo Duarte é um dos queridinhos da torcida (Foto: Gilvan de Souza | Flamengo)

Durante os 71 dias sem Rhodolfo, o Flamengo viu em Léo Duarte o nome certo para suprir a ausência do Camisa 44. Com o zagueiro em campo, o Rubro-Negro tomou cinco gols em seis jogos. Destes, dois foram de cabeça. Entretanto, o Camisa 43 compensa a falta de altura (1,83m), com a consistência por baixo. Afinal, o zagueiro já contabiliza 23 rebatidas e cinco desarmes nesta temporada.

Além disso, Léo Duarte vem de um bom Campeonato Brasileiro pelo Flamengo. Afinal, foi um dos destaques da última temporada, estando entre os melhores do ano. O defensor ainda é um dos xodós da torcida rubro-negra. Cria da base do Mais Querido, Léo Duarte foi capitão no título da Copa São Paulo de 2016 e, desde então, conta com o carinho dos flamenguistas.

Enquanto Abel Braga decide quem será o parceiro de Rodrigo Caio no time titular do Flamengo, a equipe se prepara para enfrentar o Volta Redonda, neste sábado (16). Líder do Grupo C, com sete pontos, o Rubro-Negro pode dar passos largos em busca da vaga para a semifinal da Taça Rio. As duas equipes se enfrentam no Maracanã, às 19h, horário de Brasília.

Deixe uma resposta