Vasco vence o Avaí em casa com placar apertado pela Copa do Brasil

O Vasco não teve vida fácil na noite desta quinta-feira (14), contra o Avaí, em São Januário. Em jogo de ida, válido pela terceira fase da Copa do Brasil, o adversário abriu o placar aos 10 minutos do primeiro tempo, com Pedro Castro. O Gigante da Colina chegou ao empate aos 34, em cobrança de falta de Danilo Barcelos, que contou com o desvio de Matheus Barbosa.

O Cruzmaltino conseguiu a virada aos 11 minutos da etapa final. Danilo Barcelos cruzou da esquerda, Rossi se antecipou e marcou de cabeça. Aos 26, a equipe comandada por Alberto Valentim ampliou o placar. Bruno César cobrou escanteio, Thiago Galhardo desviou de cabeça, a bola bateu na trave e voltou para o próprio jogador mandar para o fundo do gol. O Vasco ia abrindo uma vantagem de dois gols para o duelo de volta, no entanto, os catarinenses diminuíram aos 39. André Moritz lançou João Paulo que acelerou e recebeu no meio da área, finalizou bem e deu números finais ao duelo: 3 a 2.

O duelo de volta está marcado para o dia 10 de abril, uma quarta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), no Estádio da Ressacada, em Florianópolis-SC. O Vasco pode empatar que garante a vaga para a próxima etapa da competição. Se for superado por um gol, a vaga será decidida nos pênaltis. Vale lembrar que não há mais o critério de gol qualificado.

FICHA TÉCNICA
VASCO 3 X 2 AVAÍ

Data e hora: 14/03/2019, às 21h30 (horário de Brasília)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Cartões amarelo: Betão e Gledson (AVA)
Gols: Pedro Castro, aos 10min, Danilo Barcelos, aos 34min do primeiro tempo; Rossi, aos 11min, Galhardo, aos 26min, e André Moritz, aos 39min do segundo tempo

VASCO
Fernando Miguel; Cáceres, Werley, Castán e Danilo Barcelos; Raul (Bruno César), Lucas Mineiro, Thiago Galhardo (Andrey), Pikcahu, Marrony (Rossi); Maxi López.
Técnico: Alberto Valentim.

AVAÍ
Gledson; Alex Silva, Marquinhos Silva, Betão e Iury; Ricardo, Matheus Barbosa e Pedro Castro; João Paulo, Getúlio e Daniel Amorim.
Técnico: Geninho.

Deixe uma resposta