Bruno Silva consegue efeito suspensivo e pode enfrentar o Boavista

O Fluminense conseguiu um efeito suspensivo com o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio para a punição do Bruno Silva. O jogador havia recebido um gancho de seis jogos do Campeonato Carioca após ter cuspido em direção a torcedores do Vasco na última partida da fase de grupos da Taça Guanabara.

Inicialmente o volante havia tido seis jogos de gancho. Mas com o efeito suspensivo o jogador pode enfrentar o Boavista nesta quinta. Sendo assim, ele estará à disposição do treinador Fernando Diniz.

O efeito foi concedido pelo relator Dilson Neves na tarde desta quarta-feira. A base utilizada para absolver Bruno Silva foi o entendimento da Lei Pelé. Nela, é determinado que punições acima de dois jogos ou 15 dias é concedido o efeito suspensivo até o julgamento do Recurso.

Desta forma, acaba-se evitando o cumprimento de uma pena maior em caso de redução da pena. Contudo, o volante ainda será julgado pelo pleno do Tribunal.

Bruno Silva não entra em campo pelo Carioca desde a decisão do Campeonato Carioca contra o Vasco. O julgamento estava marcado para acontecer antes do clássico, mas acabou sendo adiado devido às chuvas no Rio de Janeiro. Sendo assim, o jogador conseguiu atuar na partida já que o novo julgamento aconteceu após a final.

Briga por posição

Allan vem conquistando espaço com o técnico Fernando Diniz. (Foto: Lucas Merçon | Fluminense)

Afastado da equipe na competição desde então, Bruno Silva viu a disputa pela vaga aumentar. Isso porque o volante Allan, recém contratado do Liverpool, realizou bons jogos e está conquistando cada vez mais a confiança do técnico Fernando Diniz.

O jovem fez uma excelente partida contra a Cabofriense no domingo. Ele dominou as estatísticas como passes certos e desarmes. Além disso, ainda foi responsável pela assistência no primeiro gol do tricolor na partida.

Deixe uma resposta