Liderança na mão! Flamengo bate LDU e é primeiro em grupo da Libertadores

Foi do jeito que o Rubro-Negro gosta! O Flamengo bateu a LDU, por 3 a 1, nesta quarta-feira (13), pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da  América. Everton Ribeiro, Gabigol e Fernando Uribe marcaram os gols rubro-negros, mas o ex-flamenguista Christian Borja diminuiu. Com o resultado no Maracanã, o Mais Querido chegou a seis pontos e se isolou na liderança do Grupo D.

Flamengo pressiona e Diego Alves salva

Diego Alves pegou pênalti de Intriago contra a LDU (Foto: Alexandre Vidal | Flamengo)

Sabe o famoso “abafa” que o Flamengo sempre deu no Maracanã, nos tempos áureos? Foi isso que a atual equipe rubro-negra fez, nos primeiros minutos do jogo contra a LDU. Pressionando a saída de bola, o Mais Querido chegou ao primeiro gol aos oito minutos de jogo, em uma jogada digna de Flamengo.

Renê puxou contra-ataque pela esquerda, passou para Diego que rolou com açúcar para Everton Ribeiro abrir o placar. Mas se engana quem pensa que o Flamengo, como em outras partidas, recuou para explorar contra-ataques. Afinal, o Rubro-Negro seguiu pressionando a LDU. Em 12 minutos, o Flamengo chegou com perigo quatro vezes, com Bruno Henrique, Diego, Willian Arão e Gabigol. Entretanto, esbarrou na falta de pontaria.

Mas se a postura ofensiva do Flamengo era completamente diferente dos primeiros jogos da temporada, o mesmo não se pode dizer da defesa. Afinal, aos 42’, Diego derrubou Veja dentro da área: pênalti! O volante Intriago chamou a responsabilidade. Entretanto, na cobrança, brilhou a estrela de Diego Alves. O goleiro pegou o seu quarto pênalti pelo Rubro-Negro. Além disso, manteve a vantagem rubro-negra na primeira etapa.

Atacantes decidem mas defesa falha novamente

Gabriel Barbosa deixou o dele na vitória sobre a LDU (Foto: Alexandre Vidal)

Na volta do intervalo, o Flamengo manteve a pressão ofensiva. Willian Arão, em chute da intermediária, e Léo Duarte, após dividir com o goleiro Gabbarini, quase ampliaram o placar. Mas o gol não tardaria a vir: 23’, Everton Ribeiro lançou Bruno Henrique que escorou para Gabigol estufar as redes da LDU.

E o Flamengo queria mais. Querendo deixar o time mais ofensivo, Abel Braga colocou Fernando Uribe no lugar de Bruno Henrique. Logo depois de passar duas semanas fora por conta de uma lesão, o Camisa 20 deu resultado imediato. Após lançamento de Renê, Willian Arão escorou de cabeça para o colombiano que dominou e bateu no canto de Gabbarini.

Mas, nos minutos finais, a LDU, finalmente, entrou no jogo. Pressionando mais, os equatorianos quase diminuíram: Ângulo cruzou para a área e Willian Arão quase faria contra, se Diego Alves não tivesse defendido. Mas o Flamengo vacilaria novamente.

No primeiro lance dele no jogo, Trauco derrubou Nico Freire na área. Na cobrança, o ex-flamenguista Christian Borja fez valer a Lei do Ex e diminuiu para a Liga de Quito. Mas nada que mudasse o panorama do jogo. O Flamengo garantiu o 3 a 1 e a liderança do Grupo D.

Deixe uma resposta