Kieza encerra jejum de 18 jogos sem gols e nega pressão com chegada de Diego Souza

Chegou ao fim o incômodo jejum de gols do centroavante Kieza. Ontem (11), o camisa nove anotou o segundo tento do Botafogo contra o Madureira e garantiu a vitória da equipe por 2 a1. O atleta não balançava as redes desde o dia 30 de setembro do ano passado, no empate em 2 a 2 com o São Paulo, em partida válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foram 18 partidas sem marcar gols.

Após o duelo com o Tricolor Suburbano, Kieza se mostrou aliviado em voltar a por a bola no fundo do barbante. O atleta pontuou que apesar do momento difícil, nunca abaixou a cabeça e procurou sempre ajudar a equipe da melhor forma possível.

“Com 15 anos de carreira é a primeira vez que passo essa seca de gols. Nunca fiquei cinco jogos sem fazer gol. Uma hora chega e é diferente, mas nunca baixei minha cabeça. Um pouco chateado, mas sempre procurei ajudar a equipe da melhor forma possível”, declarou.

Diego Souza

Com a chegada de Diego Souza, a tendência é que o jogador perca a condição de titular, apesar de Zé Ricardo ter dito que os dois podem jogar juntos. O novo reforço alvinegro deve estrear no próximo compromisso da equipe, no domingo (17), contra o Fluminense, às 19h (horário de Brasília), com mando de campo do rival, partida válida pela quarta rodada da Taça Rio.

Kieza negou estar pressionado com a chegada de Diego Souza ao Glorioso. O centroavante elogiou o novo companheiro e destacou que sempre quer atuar com grandes jogadores.

“Seria muito hipócrita e muito inocente se achar isso (pressão com a chegada de Diego Souza). Diego é um jogador que não precisamos nem falar. Um cara que vem para nos ajudar muito e eu quero na minha carreira jogar com grandes jogadores. No que eu puder, vou ajudar”, concluiu.

Deixe uma resposta