Justiça libera parcialmente Ninho do Urubu

O Flamengo deve voltar a utilizar o Ninho do Urubu em breve. Isso pois o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro liberou parcialmente o centro de treinamento rubro-negro. O local foi interditado no início deste mês por conta da tragédia que matou 10 jovens das categorias de base nos alojamentos do CT, em fevereiro.

De acordo com a decisão da juíza Alessandra Cristina Tufvesson, os campos de treinamento, a academia, os refeitórios, a ala administrativa e os vestiários do CT Ninho do Urubu estão liberados para uso. Entretanto, os alojamentos, tanto do profissional, quanto da base, além dos pernoites estão proibidos. Além disso, também está proibido cozinhar alimentos nas instalações liberadas.

Ainda assim, não se sabe quando o Flamengo deve retornar ao Ninho do Urubu. Os próximos treinos da equipe, aliás, estão marcados para a Gávea. Assim, é possível que o elenco profissional só volte ao Centro de Treinamento George Helal na próxima semana.

Mesmo que tenha recebido o alvará parcial para treinar no Ninho do Urubu, a história parece não ter chegado ao fim. De acordo com o Globoesporte.com, a Prefeitura do Rio de Janeiro, que interditou o local, não recebeu a notificação da justiça quanto à decisão tomada na tarde desta segunda-feira (11). Assim, é possível que haja uma nova reviravolta.

Mesmo que haja algum tipo de impedimento por parte da Prefeitura do Rio de Janeiro, o Flamengo mantém a esperança. De acordo com a assessoria de imprensa do clube, o Rubro-Negro vai seguir tentando a liberação total do Ninho do Urubu o mais rápido possível. Enquanto isso, os jogadores seguirão utilizando as instalações liberadas em juízo.

Acidente completou um mês

Ninho do Urubu após incêndio em fevereiro
10 pessoas morreram no acidente no Ninho do Urubu (Foto: Reprodução | TV Globo)

Na madrugada do dia 8 de fevereiro deste ano, um incêndio tomou conta do módulo de convivência das categorias de base do Flamengo, no Ninho do Urubu, em Vargem Grande, na Zona Oeste. O acidente matou 10 adolescentes e deixou outros três feridos. Mais de um mês depois, um dos sobreviventes segue internado. Jonatha Ventura se recupera das feridas causadas pelo fogo, no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca.

Deixe uma resposta