Apesar da vitória, Zé Ricardo afirma que Botafogo ainda está devendo no Carioca

Foi sofrido, mas o Botafogo conseguiu superar o Madureira na noite desta segunda-feira, no Estádio Nilton Santos, pela terceira rodada da Taça Rio. Com a vitória, o Glorioso agora ocupa a quarta posição do Grupo C do segundo turno do estadual, com quatro pontos, e a oitava na classificação geral, com oito.

Com o triunfo sobre o Tricolor Suburbano, o Clube da Estrela Solitária segue sonhando com o título da Taça Rio e o bicampeonato carioca. Ao término da partida, Zé Ricardo afirmou que sabia que não seria fácil sair com os três pontos devido à proposta de jogo do adversário, que atuou bem fechado.

“A gente sabia que seria complicado, sabíamos da proposta do Madureira. O gol logo cedo fortaleceu a ideia. Tiveram uma assistência muito boa, isso fortaleceu a estratégia deles. Quando a gente pega uma equipe assim, é paciência, tocar a bola, trabalhar. A gente apostou nisso, girar a bola para abrir os espaços. Foi a primeira das quatro finais que tínhamos. Dá confiança para o clássico”, declarou.

Apesar do bom resultado desta noite, o comandante alvinegro reconhece que a equipe ainda está devendo no Campeonato Carioca. Agora, o treinador mira o próximo compromisso do Botafogo, contra o Fluminense, no domingo, com mando de campo do rival.

“Estamos devendo bastante ainda no Campeonato Carioca e só vamos conseguir sair dessa situação se conseguirmos a classificação para as semifinais. O trabalho agora é preparar a equipe para o clássico, o Flu vem em ótima fase”, disse.

Início do ano

No primeiro turno do Estadual, o Botafogo acumulou três derrotas, um empate e uma vitória. O triunfo diante do Madureira foi apenas o segundo no Campeonato Carioca. Nos dois jogos anteriores da Taça Rio, o Glorioso ficou na igualdade com o Vasco e foi superado pelo Volta Redonda. Zé Ricardo explicou o motivo do mau início da equipe na temporada e mostrou otimismo para o decorrer do ano.

“A gente tem alternado bons jogos, boas atuações. Sabemos o caminho que temos de fazer. Alguns atletas importantes tiveram problemas no início da temporada, dividimos forças para Copa do Brasil e Sul-Americana. Queríamos dar foco maior a essas competições, porque duram até o segundo semestre, e também pelo retorno financeiro. Nosso grupo é um pouco menor, talvez tenha prejudicado um pouquinho, mas estou muito confiante de que as coisas vão acontecer”, concluiu.

Deixe uma resposta