Botafogo e São Paulo chegam a acordo por Diego Souza; jogador deve assinar nesta semana

Acabou a novela! O Botafogo e o São Paulo acertaram os detalhes finais na negociação envolvendo Diego Souza. O jogador deve definir a sua situação ainda nesta quinta-feira. O atleta irá treinar à tarde e depois viaje para o Rio para assinar o contrato com o Glorioso. O atacante chega por empréstimo até dezembro, quando termina o contrato com o tricolor paulista.

O treinador do São Paulo liberou Diego Souza após compreender as necessidades que o clube tem de reduzir a folha salarial. Entretanto, com o empréstimo do atacante, o tricolor paulista fica possibilitado de buscar novas contratações para o restante da temporada.

Detalhes do negócio

Jogador chegará ao Botafogo por empréstimo de um ano. (Foto: Reprodução | Instagram)

Alguns detalhes foram acertados na negociação entre os clubes. Primeiro, o São Paulo quis a possibilidade de renovar com Diego Souza ao fim do contrato do empréstimo. Caso o tricolor não prorrogue o vínculo, o atacante irá assinar com o Botafogo por dois anos.

O segundo ponto foi um pedido do técnico Cuca, que só começa a treinar o São Paulo em abril. A ideia era incluir o jogador Luiz Fernando no negócio, mas o Glorioso não aceitou a proposta. Contudo, os clubes chegaram a um acordo. O tricolor paulista terá prioridade na compra do atacante. Ou seja, caso algum clube queira adquirir Luiz Fernando até o fim do contrato com o Botafogo, em 2021, o São Paulo deverá ser comunicado e terá a possibilidade de cobrir a oferta.

Por fim, na questão salarial, ficou decidido que o Fogão terá que arcar com o salário integral do atleta. Os clubes também acertaram que Diego Souza só poderá enfrentar o São Paulo caso o Botafogo pague uma multa de R$ 400 mil. Referente à liberação do atleta em caso de proposta, os clubes também chegaram a um acordo. O Botafogo será obrigado a liberar o atacante caso surja uma proposta no valor mínimo de US$ 1,5 milhão, cerca de R$ 5,7 milhões.

Deixe uma resposta