Em noite de Diego Alves, Flamengo vence a primeira na Libertadores

O Flamengo começou bem na Copa Libertadores da América. O Rubro-Negro bateu o San José-BOL, por 1 a 0, no primeiro jogo da fase de grupos da competição, em Oruro, na Bolívia. O gol rubro-negro foi marcado por Gabriel Barbosa. Bruno Henrique e Diego Alves também se destacaram na partida. Com o resultado, o Mais Querido lidera o Grupo D, com três pontos ganhos.

San José assusta, mas Diego Alves salva

O primeiro tempo na Bolívia não foi dos mais animados. Como era de se esperar, o San José se aproveitava da altitude, para impor um ritmo mais alto na partida. Entretanto, a equipe boliviana não conseguiu levar perigo ao gol do Flamengo, até os 38’. Em boa jogada de Saucedo, o centroavante chutou cruzado, mas Diego Alves salvou o rubro-negro.

Diego Alves, aliás, foi peça-chave para o resultado do Flamengo. Antes do fim do primeiro tempo, Didi Torrico acertou um belo chute na entrada da grande área, mas viu o goleiro rubro-negro fazer outra boa defesa. Com a pressão do San José, o Mais Querido só levou perigo em chute de Gabigol, que passou perto do gol de Lampe.

Gabigol decide e Flamengo vence

Dupla azeitada: Gabigol e Bruno Henrique são os artilheiros do Flamengo no ano, com quatro gols cada (Foto: Alexandre Vidal | Flamengo)

O lance de Gabigol, ainda na primeira etapa, parecia um prelúdio do que estava por vir. Logo aos 14’ do segundo atacante, coube ao Camisa 9 do Flamengo tirar o zero do placar. Em boa jogada de Bruno Henrique, o Camisa 28 deixou Gabriel Barbosa na cara do gol para fazer o gol rubro-negro.

Com a desvantagem no placar, o San José veio com tudo para o ataque, mas Diego Alves mostrou serviço. O brasileiro naturalizado boliviano Marcelo Gomes bateu com muito veneno, mas o Camisa 1 salvou o Flamengo. Logo depois, Segovia cruzou na cabeça de Saucedo, mas tinha um Diego Alves no meio do caminho.

O Flamengo tentava responder nos contra-ataques. Everton Ribeiro, recuperado de lesão, fez ótima jogada pelo meio e ariscou de fora da área, mas parou em boa defesa de Lampe. Logo depois, Gabriel Barbosa aproveitou chutão de Willian Arão, partiu em velocidade, mas na hora de tirar o 10, pegou fraco na bola. Os lances não fizeram falta ao Rubro-Negro que garantiu a sua primeira vitória na Libertadores.

Deixe uma resposta