Sobrevivente de tragédia no CT do Flamengo é transferido de hospital

O zagueiro Jhonata Ventura, de 15 anos, único ferido no incêndio do CT do Flamengo, foi transferido neste domingo. Ele saiu do Hospital Municipal Pedro II, referência em queimaduras, e foi transferido para o Vitória, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Jhonata teve 30% do corpo queimado, e como ficaria em tratamento nessa fase da recuperação em uma enfermaria, o clube decidiu leva-lo para o mesmo local onde outros feridos no incêndio receberam cuidados especiais.

Cauan Emanuel e Francisco Dyogo, outros dois sobreviventes do incêndio, receberam alta do hospital na primeira quinzena de fevereiro.

Vale lembrar que o incêndio no Centro de Treinamento George Helal, conhecido como Ninho do Urubu, aconteceu no dia 8 do mês passado, matando 10 atletas das divisões de base do clube.

Jhonata, nesse momento, faz uso de antibiótico para evitar infecção nas queimaduras que possui no ombro e no dorso. De acordo com o hospital, o estado de saúde do atleta é estável. Ele está ingerindo alimentos sólidos e vem sendo submetido a tratamento fisioterápico. Além de caminhar em um local restrito dentro do hospital. Jhonata, no entanto, segue sem previsão de alta.

Veja a nota oficial divulgada pelo Hospital Municipal Pedro II:

“O paciente Jhonata Cruz Ventura encontra-se em bom estado clínico. Com previsão de uso antibióticoterapia por 14 dias. Apresenta lesões cicatrizadas em face, região cervical, dorso, membro superior esquerdo.

Deverá permanecer a realização de curativos em membro superior e na mão direita que tem a região mais acometida e apresenta lenta cicatrização. Encontra-se fora de perigo, e de alta do CTI Queimados para a UI Queimados.

Como não possuímos vaga neste momento na UI Queimados, a família e o Flamengo optaram pela transferência para o Hospital Vitória para manutenção do curativos em membro superior direito e na mão”.

Deixe uma resposta