Goleiro comemora estreia pelo Botafogo e retorno aos gramados: “Estou muito feliz poder voltar”

O goleiro Diego Cavalieri fez a sua estreia pelo Botafogo. O jogador foi titular na derrota Alvinegra por 1 a 0 para o Volta Redonda, no último sábado, pelo Campeonato Carioca. Ele não disputava uma partida oficial desde dezembro de 2017. E, o atleta de 36 anos, exaltou a primeira partida pela nova equipe após um longo período longe dos gramados.

“Foi um longo período longe. Meu último jogo tinha sido na última rodada do Brasileiro de 2017. Estava ansioso por esse momento, passei um período difícil no ano passado por tudo o que envolveu minha saída do Fluminense. Depois, um tempo parado. Estou muito feliz por poder voltar. O resultado não saiu como esperávamos, mas fico feliz por estar trabalhando com um grupo muito bom, um ambiente maravilhoso. Todos me passaram muita tranquilidade.”

Diego Cavalieri teve pouco trabalho durante os 90 minutos, mas não conseguiu impedir o gol de Bruno Barra que deu a vitória ao Volta Redonda. O goleiro disse que o time adversário contou com um pouco de sorte para sair de campo com o resultado positivo.

“Foi felicidade deles no lance do gol. Saiu uma jogada da lateral, o cara fez o pivô e o Bruno Barra acabou acertando um belo chute. No jogo não tive tantas exigências. No final teve outra bola que defendi. Bom estar na ativa. Lutamos, foi um jogo equilibrado.”

Da Inglaterra para o Brasil: a chegada de Diego Cavalieri no Botafogo

Diego Cavalieri chegou ao Botafogo no fim de 2018. Ele foi contratado para preencher a lacuna deixada após a aposentadoria de Jefferson. O jogador, que estava no Cristal Palace, da Inglaterra, contou com o apoio do preparador de goleiros, Flávio Tênius, para fechar com o Alvinegro.

Disputado por Chapecoense e Goiás, Diego Cavalieri optou em retornar para o futebol carioca onde criou raízes. Entre 2011 e 2017, o goleiro defendeu o Fluminense. Nesse ínterim, conquistou o Campeonato Carioca e o Campeonato Brasileiro de 2012. As boas atuações pelo Tricolor das Laranjeiras fizeram o goleiro chegar à Seleção Brasileira.

Ele, inclusive, integrou o grupo que venceu a Copa das Confederações em 2013. Diego Cavalieri, no entanto, foi preterido por Luis Felipe Scolari e viu Victor, do Atlético-MG, ser convocado para a Copa do Mundo, no Brasil.

Deixe uma resposta