Ex-técnico de garotos do Ninho comemora convocação

Crias da base do Flamengo, Vinícius Júnior e Lucas Paquetá se consolidaram no time titular rubro-negro no ano passado, sob o comando de Maurício Barbieri. Logo de cara, caíram nas graças da Nação, que abraçou a dupla. Um ano depois, os dois foram convocados pelo técnico Tite para amistosos da Seleção Brasileira contra o Panamá e a República Tcheca, no fim de março.

Responsável por ajudar na consolidação de Lucas Paquetá e Vinícius Júnior no Flamengo, Maurício Barbieri comemorou a convocação da dupla para a Seleção Brasileira. Hoje, treinador do Goiás, ele viu com bons olhos a chamada do meia do Milan e do atacante do Real Madrid para o time principal do Brasil. Além disso, Barbieri afirmou que torce para que os dois estejam na lista final para a disputa da Copa América deste ano.

“Acho que poder estar na lista final tem um peso enorme. É um sonho deles estar servindo a seleção, como é de todo grande jogador. E eles ainda estão em início de carreira, mas poder estar na lista final da Copa América seria uma grande realização para os dois. E eu fico muito feliz, porque eu tenho um carinho muito especial pelos dois. Vou torcer muito para que eles estejam na lista final”, disse Maurício Barbieri.

Treinador acredita que Real Madrid pode ajudar no amadurecimento de Vinícius

Tite e Maurício Barbieri durante treino do Corinthians
Tite conversou com Maurício Barbieri para buscar informações de Lucas Paquetá e Vinícius Júnior antes de convocá-los para a Seleção (Foto: Divulgação | Corinthians),

Três anos mais velho que Vinícius Júnior, Lucas Paquetá já havia sido convocado em setembro, para amistosos contra os Estados Unidos e El Salvador. Já o atacante recebeu a sua primeira convocação para a Seleção no último dia 28. Entretanto, Vinícius chegou seis meses antes à Europa e está a cada dia mais adaptado ao Real Madrid. Ainda assim, Maurício Barbieri não acredita que um ou outro esteja mais maduro.

Para Maurício Barbieri, definir quem está mais maduro entre Lucas Paquetá e Vinícius Júnior é algo complexo de definir. O treinador acredita que o tempo de maturação varia entre os jogadores e, para a dupla, não é diferente. Entretanto, o técnico afirma que o fato do atacante jogar numa equipe de grande exposição, como o Real Madrid, pode ajudar Vinícius Júnior a amadurecer mais rápido.

“Não sei responder qual está mais maduro. Não é uma questão simples: cada um amadurece num tempo. O Paquetá está numa equipe em reconstrução, que está voltando a buscar o seu espaço. Talvez, por isso, ele tenha alguma dificuldade de ser protagonista na Europa. Já o Vinícius está numa equipe gigantesca, que busca por todos os títulos sempre. Então, talvez, isso o coloque em maior exposição e evidência. E isso pode fazer com que o Vinícius possa sobressair um pouco mais”, concluiu Maurício Barbieri.

Vinícius Júnior e Lucas Paquetá se juntam ao grupo da Seleção Brasileira nas semanas finais de março. Afinal, o Brasil enfrenta o Panamá, no dia 23, no Porto-POR, e a Republica Tcheca, dia 26, em Praga. Este será o último compromisso da equipe de Tite, antes da convocação dos 23 que estarão na disputa da Copa América, em junho.

Deixe uma resposta