Último da fila, Rildo pede para sair do Vasco

Joel Silva

, Vasco

Sem espaço no time, Rildo está de saída do Vasco. O atacante está bem próximo de fechar com a Chapecoense. Último da fila na disputa pela posição e insatisfeito por isso, o Cruzmaltino viu uma boa possibilidade de negócio para o jogador. Ao tentar unir o útil ao agradável, procurou a Chape e ofereceu o atacante, na tentativa de ter um abatimento na negociação por Lucas Mineiro. O volante, que vem se destacando nesse início de temporada, está emprestado ao Vasco até dezembro. A Chapecoense não concordou com os moldes da negociação, mas mostrou interesse na contratação de Rildo.

Independentemente de ir para a Chapecoense ou não, Rildo procurou o Vasco e pediu a rescisão contratual. O vínculo do atacante com o clube vai até o fim do ano. As partes conversam nesse sentido e a vontade do jogador deve acontecer. Caso se confirme, o Vasco vai economizar cerca de R$ 200 mil por mês. Esse alívio na folha salarial não estava previsto, já que o clube contava com atleta até dezembro. A saída portanto pode ser boa para ambos os lados. Rildo deve ter mais chances, enquanto o Vasco vai ter um valor sobrando para pensar em uma contratação ou em uma proposta de renovação com algum jogador do elenco.

Lesões e gancho

A passagem de Rildo pelo Vasco ficou marcada pelo longo período que o atacante ficou em inatividade. Em maio o jogador passou por uma cirurgia no ombro direito, que o tirou dos gramados por 6 meses. Além desse problema que o acompanha durante toda a carreira, Rildo sofreu com lesões musculares e até mesmo com uma suspensão, por ter quebrado a perna do meia João Paulo, do Botafogo.

Contratado ainda pela gestão de Eurico Miranda, Rildo chegou ao clube para a temporada de 2018. Atuou em 21 jogos e marcou 3 gols. Em 2019 o atacante jogou apenas uma partida, atuando 15 minutos. A chance foi recebida na vitória sobre a Portuguesa. Na ocasião, Alberto Valentim optou por uma equipe alternativa.

Deixe uma resposta