Santos quer esperar por Alan Cardoso para ter 100% do jogador

Joel Silva

, Vasco

Sem espaço no Vasco, o lateral-esquerdo Alan Cardoso está próximo de deixar o clube. O Santos mostrou interesse em contar com o atleta, que é cria de São Januário. O jogador está livre para assinar um pré-contrato, já que o vínculo com o Vasco termina em maio. O Cruzmaltino não tem interesse na permanência do jogador, mas espera poder lucrar na negociação. O diretor de futebol Alexandre Faria, afirmou que o Vasco aceita liberar Alan Cardoso de imediato, desde que fique com 20% dos direitos econômicos. Na avaliação do dirigente, a negociação está bem encaminhada.

“Ele poderia assinar um pré-contrato. Só que o Santos manifestou interesse nele. A gente está conversando a possibilidade de liberá-lo de imediato, com o Vasco mantendo um percentual de 20%. Para fechar vai depender dos exames e de alguns detalhes contratuais que estão sendo discutidos pelo jurídico. Mas eu te diria que a coisa está bem encaminhada”.

Apesar da “boa vontade” do Vasco, o Santos não tem pressa em contar com Alan Cardoso. No entendimento do clube paulista, o lateral chegaria na Vila Belmiro apenas para compor elenco. Portanto não faria sentido aceitar a proposta do Vasco e perder 20% dos direitos econômicos de mão beijada. A tendência então é firmar um pré-contrato e esperar o término do vínculo. Ainda existe por parte do Santos uma certa cautela com a questão física do jogador. Ano passado, quando esteve emprestado ao ABC-RN, Alan Cardoso teve uma lesão no ligamento cruzado do joelho e precisou passar por cirurgia. Entretanto está totalmente recuperado, sendo inclusive relacionado para o jogo do Vasco contra o Americano, 3ª rodada da Taça Guanabara.

Promessa que não vingou

Alan Cardoso teve muito destaque na base do Vasco, tanto que estreou nos profissionais em 2016, com 18 anos. Foi titular e atuou os 90 minutos do empate por 1 a 1 com a Luverdense, partida válida pela 16ª rodada da Série B. Entrou em campo em mais 9 jogos naquela temporada, mas não conseguiu se firmar em 2017, retornando para a equipe sub-20. A última partida pelos profissionais do Vasco foi no dia 24 de janeiro do ano passado. Na ocasião Zé Ricardo escalou um time alternativo e o lateral jogou todo o primeiro tempo. Sem espaço, foi emprestado ao ABC, mas também não obteve sucesso.

Pikachu quer manter a invencibilidade e projeta clássico: “É um rival conhecido”