Vasco e CSKA não se entendem, e Lucas Santos vai permanecer no clube

Gustavo Cunha

, Vasco

O meia Lucas Santos vai permanecer no Vasco. O clube e o CSKA não entraram em um acordo financeiro em relação a porcentagem da venda. Os russos queriam 90%. No entanto, o Cruzmaltino aceitou negociar apenas 50% dos direitos econômicos, permanecendo com 20% e podendo lucrar em uma venda no futuro. O diretor de futebol, Alexandre Faria, explicou os detalhes da negociação.

“Diante da nossa transparência, viemos aqui para falar que recebemos uma proposta pelo Lucas antes da Copinha. Depois, durante a Copinha, recebemos outra que também não foi aceita. Na sexta-feira, recebemos um representante do CSKA com valores mais altos. A negociação foi iniciada. Mas não chegaram nos números que o Vasco entende que fariam sentido e mantivemos o atleta. Entendemos que é uma joia”.

Como a janela de transferências do futebol russo se encerra nesta sexta-feira (22), o vascaíno não corre o risco de ver Lucas Santos saindo para o CSKA, pelo menos por enquanto. O dinheiro da venda seria usado para pagar os salários em atraso, a principal prioridade do clube. No entanto, o dirigente se mostrou feliz em conseguir manter a joia.

“A política do presidente Alexandre Campello é valorizar as categorias de base. Renovamos com vários jogadores. Entendemos que o Lucas é um atleta muito importante nesse processo. Estamos muito satisfeitos por termos resistido”.

Vontade de permanecer

Alexandre Faria revelou que a todo momento, Lucas Santos se mostrava contrariado em se transferir.

“Sentíamos nele um sentimento meio que me dúvida. Ao mesmo momento que era uma oportunidade boa de ganhar dinheiro, sabíamos que tinha um sentimento de não fazer história no time profissional no Vasco. Estamos muito felizes”.

O dirigente completou elogiando o empresário do atleta.

“Queria destacar o profissionalismo do Fabiano Farah, empresário do jogador, que não usou em momento nenhum o profissionalismo do atleta. O que nos agradou foi a vontade do Lucas de fazer história”.

Salários

Sem a negociação, o Vasco segue com atrasos de salários. Entretanto, essa questão está para ser resolvida, como garantiu o diretor de futebol, Alexandre Faria.

“Passamos a eles uma posição. Eles sabem. Estamos para receber um pagamento logo. Não gosto de tratar isso publicamente, por isso não vou dizer aqui. Mas isso será feito nos próximos dias”.

A expectativa é de que o Vasco consiga até o final do mês, a liberação do empréstimo, autorizado no ano passado. Do montante de R$ 38 milhões, o clube recebeu R$ 20 milhões. O restante deixaria a folha salarial em dia, tanto a dos jogadores, como a dos funcionários.

POR: JOEL SILVA

Sem sufoco Vasco bate o Serra pela Copa do Brasil