Valentim parabeniza jogadores e afirma que o Vasco está em evolução

Joel Silva

, Destaque, Vasco

O Vasco conseguiu apagar a má impressão da partida contra o Juazeirense, vencendo o Serra sem sustos. Apesar do placar não ter sido elástico, o Cruzmaltino não foi pressionado em nenhum momento. Na avaliação do técnico Alberto Valentim, o time está de parabéns, principalmente por tido mais uma vez um jogo bom defensivamente.

“Nós repetimos um bom jogo, gostei muito, estão de parabéns. Fase defensiva novamente muito boa. O que já tínhamos conversado é que precisamos a cada dia melhorar mais e esse salto de qualidade a gente está conseguindo ter. Gostei da equipe, trabalhando bem a bola, sem pressa, mas não deixando o jogo lento. Faltou, acredito eu, capricho nessa penúltima bola, para finalizar com chance clara. Mas eu gostei muito do jogo”.

Mais uma vez o Vasco contou com a bola parada para abrir o placar. Essa situação aconteceu nos últimos 3 jogos, contra Resende, Fluminense e Serra. Valentim revelou que já tinha cobrado o elenco para que se tenha êxito nesse tipo de jogada.

“É uma cobrança que a gente fazia. Até falei em outra oportunidade que a gente não tinha tomado gol de bola parada mas também não tínhamos feito. Essa era uma cobrança com eles que eu tinha conversado. A gente treina muito. É fruto de trabalho, daquilo que eles tem se empenhado durante os treinamentos”.

A vitória tranquila do Vasco foi um presente digno para o torcedor capixaba, que esteve presente a todo momento. Valentim aproveitou para agradecer os vascaínos que apoiaram os jogadores desde o momento do desembarque no Espírito Santo.

“Parecia que jogávamos em casa. Desde a nossa chegada no aeroporto e na recepção no hotel. No caminho bandeiras, faixas, parecia que estávamos chegando em São Januário ou no Maracanã. Quero agradecer a todos os torcedores capixabas”.

Feliz por Ribamar

O gol do atacante Ribamar foi motivo para grande felicidade. Primeiro porque fechou o caixão do Serra, impossibilitando qualquer reação. Segundo é porque o jogador tirou um imenso peso das costas. Afinal de contas Ribamar ainda não tinha marcado gols com a camisa do Vasco. Responsável direto pela contratação do atacante, Alberto Valentim foi alvo direto da comemoração de Ribamar que fez questão de abraçá-lo. O treinador afirmou ter ficado muito feliz, principalmente por toda pressão que o jogador vinha recebendo pelo jejum.

“Foi uma comemoração que ele teve. Fico feliz porque se tratando de um nove a cobrança é maior e a gente sabe que esses jogos, ele jogou muito, mas os gols não saíram. A gente acredita muito no Ribamar. Ele treina forte. Nós tínhamos conversado e todos sabiam que uma hora o gol ia sair. Então a gente fica feliz porque é um jogador da posição que precisa fazer gols”.

Após o gol Ribamar fez questão de comemorar com o técnico Alberto Valentim. (Foto: Carlos Gregório Jr | Vasco)

Ritmo de jogo para os medalhões

Se Ribamar o jogo serviu para aliviar a tensão, para Bruno César a partida evidenciou mais uma vez a falta de ritmo. O meia foi substituído no segundo tempo sem ter apresentado um bom futebol. Maxi López também teve uma atuação bem abaixo, desperdiçando boas chances. Alberto Valentim afirmou que a melhora dos atletas se dá através da sequência de jogos.

“Com a sequência de jogos automaticamente eles vão ganhando ritmo de jogo. Agora a gente joga sábado, com certeza teremos esses jogadores melhores fisicamente. Depois teremos duas semanas cheias, que vamos aproveitar ainda mais”.

Sem sufoco Vasco bate o Serra pela Copa do Brasil