Em alta com a torcida Fernando Miguel celebra o bom momento

Joel Silva

, Destaque, Vasco

Ao vencer o Fluminense por 1 a 0, o Vasco conquistou a Taça Guanabara pela 13ª vez. Título irrepreensível da equipe mais regular da competição. O Cruzmaltino foi campeão de forma invicta, vencendo todas as 7 partidas. Teve também o melhor ataque ao lado do Fluminense com 13 gols. No entanto o ponto forte do time comandado pelo técnico Alberto Valentim foi a defesa. O Vasco levou apenas 2 gols e não foi vazado em 6 jogos. O mérito evidentemente é de toda a equipe. Entretanto, a segurança de Fernando Miguel tem que ser destacada.

O goleiro iniciou a temporada como titular absoluto após a saída do ídolo Martin Silva, que ocupou a posição durante 5 anos. A pressão continua grande, mas a confiança aumenta a cada dia. Tanto que Fernando Miguel foi um dos jogadores mais festejados pela torcida após o título da Taça Guanabara. Em entrevista exclusiva ao Esporte24Horas, Fernando Miguel vibrou com todo o carinho que tem recebido do torcedor vascaíno.

“Tenho recebido o carinho da torcida diariamente. O vascaíno é um torcedor que sabe reconhecer o empenho e a lealdade dos seus atletas. Fico feliz deles verem isso em mim. Trabalho todos os dias para que os resultados venham e essa relação fique ainda mais intensa e duradoura”.

Primeiro de muitos

Diferentemente do ano passado, o Vasco vive hoje uma grande fase que foi coroada com a conquista da Taça Guanabara. Para Fernando Miguel o bom momento passa muito pelo trabalho do técnico Alberto Valentim. Quanto ao título, o goleiro espera que seja o primeiro de muitos.

“Nosso time está cada vez mais consciente da ideia de jogo do Alberto. Tentamos colocar em prática, claro que o Fluminense nos dificultou muito pela forma que eles jogam, mas a concentração em todas as ações foram fundamentais para sairmos com esse título. A sensação dessa conquista é indescritível. Fico muito feliz com esse título da forma que foi, invicto e jogando bem. Tomara que seja o primeiro de muitos”.

Fernando Miguel em ação na final da Taça Guanabara. Goleiro foi vazado em apenas 2 jogos nessa temporada. (Rafael Ribeiro | Vasco)

Lições da decisão

Mesmo se tratando de uma final, o jogo em alguns momentos ficou em segundo plano. A partida foi iniciada sem público no Maracanã e terminou com a presença dos torcedores. Essa atmosfera foi sentida pelos jogadores, como revelou o goleiro Fernando Miguel.

“Foi estranho. O Maracanã é um estádio histórico, com jogos importantes, não deveria nunca acontecer jogos sem torcida ali. Acho que a gente tinha que pensar somente no futebol jogado dentro das quatro linhas”.

Apesar de toda a polêmica, Fernando Miguel espera que alguma lição seja aprendida no episódio.

“Faltou um pouco de bom senso. Todos trabalham para viver esses momentos. O torcedor espera por isso e infelizmente acaba colocando o futebol e a alegria em segundo plano por conta de vaidade. O direito de cada um estava bem claro para todos, mas bola pra frente, superamos e vencemos”.

Foco agora é Copa do Brasil

Sem tempo para comemorar, o Vasco já tem uma partida importante na próxima quarta-feira (20), contra o Serra-ES,  pela segunda fase da Copa do Brasil. O time precisa manter o foco, afinal de contas se trata de um jogo eliminatório. Na primeira fase, o Cruzmaltino quase foi eliminado pelo Juazeirense, ao empatar por 2 a 2. Fernando Miguel afirmou que o grupo já está acostumado e que o foco será retomado rapidamente.

“Estamos acostumados a ter jogos importantes e já temos que mudar a chavinha na cabeça para outro campeonato. A comemoração é só no dia. Hoje já focamos na preparação para quarta”.

O elenco se reapresenta nesta segunda-feira (18), às 17h, em São Januário. O CT do Almirante segue interditado pela Prefeitura do Rio.

Vasco leva a melhor sobre o Flu e é campeão da Taça Guanabara