Danilo Barcelos, sobre gol do título: “Foi sem querer”

Gustavo Cunha

, Vasco

Danilo Barcelos marcou seu segundo gol com a camisa do Vasco. O da tarde deste domingo (17), com certeza o lateral-esquerdo levará para sempre na memória. O tento valeu a vitória do Gigante da Colina e o título da Taça Guanabara. No entanto, ao término da partida, o jogador confessou que a intenção era cruzar para algum companheiro concluir. Na batida, a bola passou por todo mundo e morreu no fundo da rede do goleiro Rodolfo, do Fluminense.

“Foi sem querer. A gente bate em direção ao gol, treina. Se um colega fizesse o gol também seria bonito. Apesar dos bastidores, a gente fez um baita jogo”, declarou.

O clube de São Januário termina a Taça Guanabara com o título e invicto na competição. Em sete partidas, venceu todas. Danilo Barcelos comemorou o momento vivido pelo Cruz-Maltino.

“Sete vitórias mostram o encantamento de um baita conjunto. Um time que faz o que o treinador pede, temos que valorizar nosso trabalho. Taça Guanabara tem sua história bonita e estamos felizes de vencer de forma invicta. A gente tem uma linha ofensiva muito forte na bola parada. A que vai na direção ao gol é sempre complicada para o goleiro. Que bom que entrou”, disse.

Preocupação

Danilo destacou que foi um jogo complicado psicologicamente, por conta dos problemas fora de campo. O desembargador de plantão, após muita correria, gás de pimenta e bombas de efeito moral, liberou a entrada dos torcedores no Maracanã apenas aos 30 minutos do primeiro tempo. O lateral-esquerdo não sabia se sua filha e esposa estavam bem.

“Um jogo complicado emocionalmente, porque hoje eu entrei em campo sem saber se minha esposa e minha filha estavam bem do lado de fora. Não podemos enfatizar guerra nesses momentos difíceis. Espero que minha filha e minha esposa estejam aqui no estádio e felizes”, concluiu.

Vasco leva a melhor sobre o Flu e é campeão da Taça Guanabara