Valentim comemora boa fase, mas mantém equilíbrio

Paulo Chagas

, Destaque, Vasco

O técnico Alberto Valentim vem dando a volta por cima no Vasco. Pelo menos nos números o treinador conseguiu dar uma melhorada significativa. Se em 19 jogos na temporada passada, Valentim conseguiu apenas 4 vitórias, esse ano o técnico está invicto. São 6 vitórias e um empate, chegando a decisão da Taça Guanabara com 100% de aproveitamento. Evidentemente o nível dos adversários é menor, entretanto o rival Flamengo, mesmo recheado de estrelas, não obteve o mesmo desempenho. Apesar do bom momento, Alberto Valentim mantém os pés no chão afirmando que o time tem muito melhorar.

“Nós estamos no inicio da temporada e conseguimos fazer um começo de campeonato muito bom. Mas nós temos uma margem grande para melhorar e eles sabem. Estou satisfeito, mas estamos começando um trabalho”.

Estabilidade defensiva é ponto forte

Leandro Castán e Werley em treino do Vasco

Os zagueiros Leandro Castán e Werley vêm colaborando para a boa fase defensiva do Vasco (Foto: Rafael Ribeiro | Vasco)

A grande qualidade do Vasco nesse início de ano é o sistema defensivo. A equipe sofreu 4 gols em 7 jogos e em apenas 2 foi vazado, melhor desempenho na década atual. Se a retaguarda se destaca, o ataque não decepciona. O Vasco marcou gols em todos os jogos e possui um dado bem interessante. Segundo o “Footstats Premium”, site especializado em estatísticas, o time de Alberto Valentim precisa trocar em média 27 passes para marcar um gol. O menor número dentre os grandes do Brasil. Isso mostra a verticalidade e o jogo direto do Vasco, que usa Maxi López com maestria nesse tipo de jogada. Mérito de Valentim que soube usar o que o elenco tem de melhor. Outro detalhe importante é que as vitórias vieram mesmo com o Vasco rodando bem o elenco nesse início de temporada. Mais de 25 jogadores já foram utilizados.

Vale lembrar que Alberto Valentim não era a primeira opção de técnico para 2019. O presidente Alexandre Campello chegou a negociar com Abel Braga, mas o treinador fechou com o Flamengo.

Reforços já começam a dar resultados

O Vasco foi um dos clubes que mais contrataram nesse início de temporada. Ao todo, 9 jogadores chegaram. São eles, os laterais Cláudio Winck, Raul Cáceres e Danilo Barcelos, os volantes Lucas Mineiro e Fellipe Bastos, os meias Yan Sasse e Bruno César e os atacantes Ribamar e Rossi. Mas, apenas Rossi e Fellipe Bastos não estrearam. No entanto, os dois devem ser relacionados na decisão da Taça Guanabara. É bem verdade que alguns ainda não se destacaram, porém dois foram grandes achados. Lucas Mineiro e Raul Cáceres estão se destacando bastante, já caindo nas graças dos vascaínos.

Titular está fora da decisão

Thiago Galhardo em ação pelo Vasco

Com dores na coxa, meia Thiago Galhardo está fora da decisão da Taça Guanabara (Foto: Rafael Ribeiro | Vasco)

Mas, nem tudo se resume a boas notícias no Vasco. O Thiago Galhardo sentiu incômodo na coxa direita logo acima do joelho durante o último jogo. Permaneceu em tratamento no DM nos últimos dias e preferimos realizar uma ressonância para ter uma avaliação mais profunda. Foi evidenciado um edema muscular e por isso ele não será relacionado

*Matéria de Joel Silva

Valentim sobre final da Taça Guanabara: “É justo ter Vasco e Fluminense”