Camisa em tributo à vítimas do Ninho do Urubu será utilizada em jogos oficiais

O Volta Redonda anunciou, nesta sexta-feira (15), que irá homenagear às vítimas do incêndio do Ninho do Urubu. A equipe do sul do estado fez uma camisa com as cores do Flamengo como tributo aos 10 mortos no acidente no CT Rubro-Negro. Em especial, Arthur Vinícius. Cria das categorias de base do Voltaço, o garoto de 14 anos será relembrado no novo uniforme da equipe.

Em entrevista para o Esporte 24 horas, o vice-presidente do Volta Redonda, Flávio Horta Júnior, afirmou que pretende utilizar a camisa especial em jogos oficiais. De acordo com o executivo, a camisa será estreada contra o Resende, na próxima sexta (22). Ainda segundo Flávio Horta, o clube planeja utilizar o uniforme contra o Flamengo, no dia 16 de março.

“Sim, ela vai ser utilizada em jogos oficiais. A nossa ideia é usar na nossa primeira partida, contra o Resende, na estreia da Taça Rio. O único jogo que a gente vai precisar de uma autorização especial é contra o Flamengo. Já vamos enviar um pedido ao clube para que, no jogo no Maracanã, o Flamengo use branco. Porque eu acho que seria uma partida simbólica para todo mundo, até mesmo pelo homenagem”, disse Flávio Horta Júnior

Valor de venda será revertido para família de vítima

Arthur Vinícius em treino do Flamengo

Toda a renda do Volta Redonda na venda da camisa será revertida para a família de Arthur Vinícius (Foto: Reprodução | Acervo Pessoal)

Além da homenagem a Arthur Vinícius e seus companheiros de Flamengo, o Volta Redonda também planeja outras ações com o novo uniforme. De acordo com Flávio Horta Júnior, a camisa será posta à venda já a partir da próxima semana. Ainda segundo o vice-presidente, todo o valor recebido pelo lucro da camisa será revertido para a família de Arthur.

“A gente vai colocar a camisa à venda. A gente vai começar a pré-venda na próxima semana, possivelmente na segunda-feira. E nós vamos reverter todo o lucro que o Volta Redonda tem direito nas vendas para a família do Arthur Vinícius”, disse o vice-presidente do Volta Redonda, Flávio Horta Júnior.

Há exatos sete dias, Arthur Vinícius e outros nove jovens das categorias de base do Flamengo morreram no Centro de Treinamento Ninho do Urubu. Outros três garotos ficaram feridos no incêndio. Além disso, a Prefeitura do Rio interditou o local ainda nesta sexta-feira (15).

Prefeitura interdita o CT Ninho do Urubu