Zé Ricardo admite primeiro tempo ruim, mas destaca evolução do time

Diferente do que aconteceu no ano passado, quando perdeu de virada para a Aparecidense-Go, por 2 a 1, e foi eliminado na primeira fase da Copa do Brasil, o Botafogo não deu chance da “zebra” aparecer novamente nesta temporada. O Glorioso derrotou o Campinense por 2 a 0 nesta quarta-feira (13), em Campina Grande, na Paraíba, e avançou para a segunda fase da competição. Em entrevista coletiva após o duelo, o técnico Zé Ricardo comentou a importância da vitória para o seguimento do trabalho.

“Importância grande. A gente precisava classificar hoje. Depois, vamos dizer, do trauma do ano passado, a gente precisava passar dessa primeira fase. A Copa do Brasil é uma competição em que todos os times têm grande ambição, e o Botafogo não é diferente. Então o pensamento grande na competição, tanto na de hoje quanto na da semana que vem (Sul-Americana). São importantes, e vencer no mata-mata dá moral e confiança para seguirmos o trabalho”, declarou.

Evolução

Após um início de ano ruim, com três derrotas e um empate na Taça Guanabara, o Botafogo chegou a sua terceira vitória consecutiva com o triunfo desta noite. As outras duas contra o Boavista (3 a 0), na última rodada do primeiro turno do Estadual, e sobre Defensa y Justicia (1 a 0), na estreia da equipe na Copa Sul-Americana. Zé Ricardo destacou a evolução da equipe, mas pontuou que o primeiro tempo da partida com o Campinense não foi satisfatório.

“Depois de um início ruim, a gente reconhece que as coisas estão evoluindo. Mas hoje ainda pecamos, principalmente no primeiro tempo, onde demos muitos contra-ataques para a equipe do Campinense. Depois, fizemos o nosso primeiro gol. No segundo tempo, a gente cobrou de valorizar mais a posse. O segundo gol acabou dando tranquilidade e a oportunidade para o João Paulo (que entrou na etapa final) readquirir a forma física. Certamente será um jogador importante para nós na temporada”, disse.

Treinos

Eliminado da Taça Guanabara, o Botafogo teve a semana livre para treinamentos até o jogo desta quarta-feira (13). Por conta das modificações que o elenco sofreu de 2018 para este ano, Zé Ricardo afirmou que o período foi muito importante e proveitoso.

“Acredito que para todos os treinadores ter uma semana cheia é sempre bom. Como tivemos uma reformulação muito grande no nosso plantel, para a gente certamente foi importante. Mas a gente sabe que o calendário do futebol brasileiro é pesado e não dá muitas oportunidades para que você tenha essas semanas cheias. A gente pode dizer que foi proveitoso para nós. São três jogos que a gente conseguiu vencer e sem tomar gols. Acredito que estamos no caminho certo”, concluiu.

Defensa y Justicia

O Botafogo volta a campo na próxima quarta-feira (20), contra o Defensa y Justicia, às 21h30 (de Brasília), na Argentina, duelo de volta válido pela primeira fase da Sul-Americana. Como venceu o jogo de ida por 1 a 0, no Nilton Santos, o Glorioso terá a vantagem do empate na próxima partida. Além disso, também pode perder por um gol de diferença, desde que balance as redes do adversário. Se o placar se repetir, desta vez para os argentinos, a disputa da vaga será decidida nos pênaltis.

“Agora é descansar bastante. Na próxima semana, temos um adversário bem difícil, atual líder do Campeonato Argentino (divide a ponta com o Racing). A gente vai ter que se preparar bastante se quiser trazer a classificação na Sul-Americana para o Rio”, concluiu.

Botafogo bate o Campinense e avança na Copa do Brasil