Justiça proíbe entrada de menores no Ninho do Urubu

Filipe Carbone

, Flamengo

A Justiça do Rio proibiu a entrada de crianças e adolescentes no Centro de Treinamento do Flamengo, Ninho do Urubu, na tarde desta quarta-feira (13). A medida foi determinada dias depois do grave incêndio, que matou 10 garotos das categorias de base do clube, na última sexta-feira (08).

A decisão foi tomada pelo juiz da 1ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Pedro Henrique Alves. Ainda de acordo com a determinação da justiça carioca, caso o Flamengo descumpra a medida, o clube será multado em R$ 10 milhões. Além disso, o presidente rubro-negro, Rodolfo Landim, também pode sofrer uma sanção financeira de R$ 1 milhão.

A determinação do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro vem logo depois do Ministério Público carioca ter entrado com pedido de suspensão do Ninho do Urubu. Entretanto, o pedido foi negado pelo próprio juiz Pedro Henrique Alves. O Flamengo deve ser reunir novamente com o MP, nesta sexta-feira (15), para definir os rumos do centro de treinamento rubro-negro.

Vítima de incêndio recebe alta

Francisco Dyogo foi visitado por jogadores do Flamengo dias antes de receber alta (Foto: Alexandre Vidal | Flamengo)

Enquanto o Flamengo tenta solucionar pendências após o incêndio, uma outra vítima do acidente no Ninho do Urubu foi liberada na tarde desta quarta-feira (13). Francisco Dyogo Bento Alves recebeu alta do Hospital Vitória, na Barra da Tijuca. O jogador de 15 anos conseguiu se recuperar de problemas respiratórios decorrentes do incêndio e já está em casa.

Além de Francisco Dyogo, Cauan Emanuel Gomes Nunes também recebeu alta do hospital. O garoto de 14 anos foi liberado ainda na segunda-feira (11). Enquanto isso, Jonatha Cruz Ventura segue internado. O atleta está no Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Jonatha teve 35% do corpo queimado e segue em processo de recuperação. Na última segunda-feira (11), o garoto de 15 anos teve a sedação removida pelos médicos. Já na terça (12), começou a responder a pequenos estímulos. Embora ainda não haja expectativa de quando ele receberá alta.

Autoridades inspecionam Ninho do Urubu