Rodrygo decide e sub-20, enfim, desencanta

Enfim, a primeira vitória da Seleção sub-20 no Sul-Americano da categoria, disputado no Chile, aconteceu. O atacante Rodrygo, do Santos, mas que já está vendido ao Real Madrid, foi o responsável pelo placar, com os dois gols marcados na vitória por 2 a 1 contra a Venezuela, em Roncágua. Sosa fez o gol da equipe venezuelana, que é comandada por Dudamel, o mesmo treinador do time principal.

Na primeira partida, a seleção havia ficado num empate em 0 a 0 contra a Colômbia, mantendo a sequência de três resultados iguais contra a mesma equipe, já que nas duas últimas partidas preparatórias, antes da competição, brasileiros e colombianos haviam empatado nas duas ocasiões.

Esta partida contra a Venezuela foi válida pela terceira rodada do grupo A, mas foi apenas a segunda aparição da seleção. O Brasil folgou na primeira rodada, pois o grupo conta com cinco equipes e, sempre, uma vai ficar de fora da rodada.

Com a vitória, a seleção comandada por Carlos Amadeu assumiu a segunda posição no grupo, com quatro pontos conquistados. A Venezuela lidera com seis pontos, porém, com uma partida a mais, folgando apenas na última rodada do grupo.

Na próxima rodada, o Brasil vai enfrentar o Chile, nesta quarta-feira, às 20h30 (horário de Brasília).

Elogios para Rodrygo

Amadeu comanda o sub-20 ( Foto: Divulgação | Conmebol )

O treinador Carlos Amadeu, após a partida, fez questão de elogiar o camisa 10, que com as ausências de Vinícius Júnior e Paulinho, que não foram liberados por seus clubes, teve que assumir o protagonismo da Seleção, principalmente por ser titular do Santos, nos profissionais, e por ter sido vendido para o Real.

“Mais uma vez vou afirmar: Rodrygo é um jovem, fez 18 anos agora, não podemos jogar a responsabilidade toda em cima dele. Não vai fazer isso em todos o jogo. Claro que para mim seria bom (risos). Mas ele mostrou coragem, fez os dois gols e colaborou com o time, se doou. Começou perdendo quatro bolas e depois entrou no jogo. Até o fim criou problemas para o time adversário”, disse o comandante.

Além disso, Amadeu também respirou um pouco aliviado com o placar, já que a vitória não vinha há algum tempo para a sub-20.

“Jogamos muito organizados e hoje elevamos o nível em comparação à estreia. Mas não estou satisfeito. Enalteço a luta deles, o empenho, a mobilização. Estamos distante do que podemos apresentar. São nove jogos e temos esperança de chegar no melhor nível. Mas é difícil no contexto que vivemos”, completou.

Conmebol divulga tabela da Copa América 2019