De patrocinador novo, Flamengo renova sua relação com investidores

, Destaque, Flamengo

A atual temporada impõe diversos desafios ao Flamengo. Além de uma nova diretoria, o clube vai ter lidar com um novo treinador, uma expectativa maior da torcida e a busca por novos patrocinadores. Desde a última temporada, a instituição perdeu três patrocínios. Sendo a Caixa Econômica Federal o mais significativo deles. Mas, aos poucos, os rubro-negros vão se refazendo.

Nesta semana, Flamengo entrou em acordo e assinou contrato de um ano com a “Multimarca Consórcios”. A logo da empresa focada no ramo de imóveis e veículos ficará situada na parte de trás da camisa, abaixo do número. Ainda que definido, o acerto entre as partes será sacramento na próxima sexta-feira (18). No entanto, entrará em vigor apenas após aprovação no Conselho Deliberativo.

Os valores exatos do patrocínio ainda não foram divulgados. Todavia, o local onde a Multimarca Consórcios irá exibir sua logomarca costuma render algo entre 4 e 6 milhões de reais aos cofres rubro-negros. Na última quarta-feira, as partes trocaram as documentações restantes. Agora, a burocracia está nas mãos das Comissões de Finanças, Marketing e Conselho Fiscal. Portanto, Flamengo repõe a saída da “Descomplica” e alcança mais uma importante fonte de renda.

Camisa valiosa

Flamengo vai remontando sua lista de patrocinadores (Foto: Divulgação)

Nos últimos anos, a camisa do Flamengo sempre foi uma importante geradora de receita. Tanto que já chegou a render R$ 100 milhões aos cofres do clube. No entanto, nesta temporada, as saídas de antigos patrocínios reduziram o seu valor. Atualmente, os rubro-negros recebem cerca R$ 70,6 milhões pelas marcas estampadas no manto. A Adidas, por sua vez, é a principal investidora – R$ 37 milhões. Posteriormente, vem a MRV com um aporte de R$ 20 milhões. Além das duas empresas, o clube carioca ainda tem vínculo com a Tim – R$ 4 milhões – e Universidade Brasil – 3,6 milhões.

Ainda que o cenário não se assemelhe ao passado, Flamengo mostra otimismo na busca por um patrocínio master. Os dirigentes revelaram que há andamento com mais de 50 empresas para o espaço principal da camisa rubro-negro. Procurada pelo Esporte 24 Horas, a diretoria disse que não vai dar declaração sobre o assunto neste momento. O fato é que o clube está perto de concluir uma negociação para a lacuna deixada pela Caixa Econômica Federal.  

 

SIGAM NOSSO SETORISTA NO TWITTER: @JORGEABELJOR  

 

Dirigente desmente patrocínio bilionário do Fla