Ele fica! Goleiro acerta por três anos com o Flu

, Destaque, Fluminense

Depois de Dodi, o Fluminense garantiu a permanência de mais um jogador emprestado ao clube na última temporada. O Tricolor acertou a contratação do goleiro Rodolfo pelas próximas três temporadas. De acordo com o GloboEsporte.com, o arqueiro, que pertencia ao Oeste, teve 50% dos direitos federativos comprados pela equipe carioca.

A permanência de Rodolfo no Fluminense era vista como uma das prioridades do Tricolor nesta temporada. Afinal, com a incerteza sobre a permanência de Julio César, manter um dos goleiros era importante para iniciar a temporada. Chegou a ser cogitada a possibilidade de Danielzinho e Luquinhas serem emprestados, novamente, ao Oeste. Entretanto, uma possível negociação pelos dois deve seguir em separado.

Em entrevista para o Esporte 24 horas, no meio deste mês, Rodolfo comentou sobre o desejo de permanecer no Fluminense, em 2019. A identificação com o clube e a rápida ambientação da família do goleiro pesaram positivamente na escolha: “Me identifiquei muito com o clube, minha família também, mas claro que respeito profundamente o Oeste e o que for definido será o melhor para mim e para o clube, com certeza”, disse Rodolfo.

Mesmo que tenha feito apenas cinco partidas pelo Fluminense, neste ano, Rodolfo teve alguns momentos de destaque com a camisa tricolor. Substituto de Julio César, durante o clássico contra o Botafogo, em setembro deste ano, o goleiro pegou o pênalti cobrado por Rodrigo Lindoso. Assim, garantiu a vitória por 1 a 0 do Tricolor.

Goleiro vive momento de reconstrução

(Foto: Reprodução | Athlético-PR)

Revelado pelo Athlético-PR, goleiro Rodolfo foi suspenso por doping por uso de cocaína, em 2012 (Foto: Reprodução | Athlético-PR)

A permanência de Rodolfo representa também uma nova fase na carreira do goleiro. Suspenso por doping, ainda no Athlético-PR, em 2012, o arqueiro demorou a se consolidar. Sem espaço no Furacão, foi emprestado para a Ferroviária e para o Oeste. Aliás, na equipe de Itápolis, o jogador conseguiu se consolidar, fazendo 53 partidas em 2017. Assim, assinou em definitivo com o goleiro, logo depois do fim do contrato com os paranaenses.

Apesar de ter assinado contrato com o Oeste, Rodolfo logo foi emprestado ao Fluminense, por onde atuou durante todo o ano de 2018. Mas, diferentemente da temporada passada, o goleiro terá ainda mais moral em 2019. Elogiado pelo técnico Fernando Diniz, pela capacidade de trabalhar com os pés, o arqueiro pode ganhar ainda mais chances neste ano.

Crise financeira, risco de rebaixamento e desmanche: a retrospectiva do Fluminense em 2018