Empresário garante atacante no Botafogo em 2019

, Botafogo

Até o momento, para a temporada de 2019, o Botafogo conta com Kieza, Rodrigo Aguirre e o jovem Igor Cássio, cria das categorias de base, para a posição de centroavante. O primeiro foi quem fez mais gols com a camisa alvinegra em 2018, foram 10 tentos anotados. O setor foi criticado pela torcida, tanto é que Brenner, emprestado pelo Internacional, foi devolvido ao clube gaúcho, que o repassou para o Goiás.

Em entrevista à Rádio Brasil, o empresário de Kieza, Igor Albuquerque, revelou que o atleta foi sondado por outras equipes, mas que o Botafogo não quis abrir negociações, pois o considera peça importante para a próxima temporada.

“O Kieza continua no Botafogo em 2019. Houve algumas sondagens de algumas situações, mas entramos em contato com o Botafogo e o clube não libera nem abre negociações pelo Kieza, porque para a direção do clube e o treinador, ele é uma peça importante para 2019”, disse, completando que o desejo do atleta é permanecer no Glorioso.

“O Kieza está tranquilo no Botafogo, quer cumprir o contrato dele com o clube. Está super tranquilo para seguir o 2019 dele com mais felicidade ainda.”

2018, 2019 e renovação de contrato

O Botafogo anunciou Kieza no final de janeiro deste ano. Em sua primeira temporada pelo Alvinegro Carioca, disputou 40 jogos e anotou 10 tentos. Para Igor Albuquerque, mesmo com as pequenas lesões que o atleta sofreu, foi um bom ano. Para 2019, o empresário projeta uma temporada com mais gols do atacante.

“Eu avalio o ano de 2018, em que ele chegou, de adaptação. Houve algumas pequenas lesões que, infelizmente, isso qualquer jogador está propício a ter. E dentro desse contexto todo, o Kieza foi um dos goleadores do time. Então, eu projeto um 2019 melhor para ele e acredito que ele vai fazer ainda mais gols e ajudar a nação alvinegra.”

O contrato de Kieza com o Botafogo se encerra no final de 2019. Sendo assim, no meio do próximo ano, o atacante pode assinar um pré-contrato com qualquer equipe. Igor Albuquerque disse ainda não ter sido procurado por ninguém do Glorioso, porém, se for interesse do clube, o vínculo pode ser prolongado.

“Não. Até o momento eu conversei com o Anderson Barros sobre o Kieza, e a gente, em nenhum momento, chegou a tocar em renovação de contrato. Acredito que se for do interesse do Botafogo, mais na frente acho que vai ter algum tipo de contato”, encerrou.