River Plate goleia e termina o Mundial em terceiro

Apesar de uma inesperada derrota na semifinal do Mundial de Clubes, contra o Al-Ain, dos Emirados Árabes, no pênaltis, o River Plate se recuperou neste sábado e goleou o Kashima Antlers, por 4 a 0, e terminou a competição em terceiro lugar.

O craque do jogo

O destaque da partida foi o meia Pity Martínez, camisa 10 da equipe, que fez sua última partida pela equipe argentina. O jogador vai disputar a MLS, a partir de 2019, com o Atlanta United, atual campeão da competição de futebol dos Estados Unidos.

O segundo gol, inclusive, foi uma pintura, no último lance do jogo, coroando grandes anos de Pity com o River Plate. O detalhe é que, o treinador Marcelo Gallardo, já com o título impossível de ser conquistado, decidiu colocar alguns atletas que não vinham atuando como titulares. Pity, que normalmente começa jogando, só entrou aos 28 minutos do segundo tempo, mas foi suficiente para fazer dois.

Os outros gols da partida foram marcados por Zuculini e Borré, que chegou ao seu terceiro gol na competição, empatando na artilharia com Gareth Bale (o galês ainda enfrenta o Al-Ain na final e pode se tornar artilheiro isolado).

O Kashima Antlers chegou a assustar os argentinos, apesar da goleada. Desperdiçaram algumas chances de gol, inclusive, com três bolas no travessão.

Zuculini em ação pelo River Plate

Zuculini comemora seu gol (Foto: Divulgação | FIFA)

Bale faz três e Real Madrid vai buscar o tri consecutivo no Mundial