Saiba tudo sobre o palco da final da Libertadores!

Pela primeira vez na história, uma partida da Taça Libertadores da América será jogada fora do continente. Após a violenta recepção dos torcedores do River Plate aos jogadores do Boca Juniors, momentos antes do jogo de volta no último sábado (24), a grande final foi adiada duas vezes, até a Conmebol bater o martelo na quinta-feira (29) e deslocar a partida para o Estádio Santiago Bernabéu, em Madri.

O estádio foi inaugurado em 14 de dezembro de 1947, ainda com outro nome, na partida entre Real Madrid e Belenenses. Apenas em 1955, passou a receber o nome de Santiago Bernabéu, ex-presidente da equipe, e um dos principais incentivadores da construção.

Esta não será a primeira vez que as duas equipes pisarão no gramado do estádio do Real. O River Plate encarou os merengues quatro vezes, enquanto o Boca Juniors, uma.

1961: Real Madrid 2×3 River Plate

1965: Real Madrid 3×1 River Plate

1973: Real Madrid 3×1 River Plate

1994: Real Madrid 3×1 Boca Juniors

2003: Real Madrid 3×1 River Plate

A histórica casa do time merengue já recebeu também diversas partidas importantes, por diferentes torneios, tanto de clubes, como de seleções.

Partidas históricas

Em 1982, foi sede de quarto partidas da Copa do Mundo: Alemanha Ocidental 0 x 0 Inglaterra, Alemanha Ocidental 2 x 1 Espanha, Inglaterra 0 x 0 Espanha e Itália 3 x 1 Alemanha Ocidental, que foi a grande final da competição, apitada pelo brasileiro Arnaldo Cezar Coelho.

Itália e Alemanha Ocidental na final da Copa de 1982 no Bernabéu ( Foto: Getty Images )

Pela Liga dos Campeões, o Bernabéu recebeu quatro vezes a decisão. Em 1957, o Real Madrid venceu a Fiorentina por 2 a 0, em 1969, o Milan goleou o o Ajax por 4 a 1, em 1980, o Nottingham Forest bateu o Hamburgo por 1 a 0, e em 2010, a Inter de Milão venceu o Bayern de Munique por 2 a 0.

Jogadores da Inter comemoram a conquista da Liga dos Campeões no Santiago Bernabéu ( Foto: Reuters )

Em 1964, durante a Eurocopa disputada na Espanha, duas partidas foram jogadas na casa do Real Madrid. A semifinal entre Espanha e Hungria, vencida pelo espanhóis por 2 a 1, e a grande final, também vencida pelos donos da casa pelo mesmo placar contra a União Soviética.

No Santiago Bernabéu, Pereda fez o primeiro gol na final da Euro de 1964 ( Foto: Getty Images )

Certamente, no dia 9 de dezembro, a grande final da Libertadores vai ser mais uma das memoráveis partidas na história do Bernabéu, que sem dúvidas irá fazer parte do museu que existe dentro do estádio.

Portanto, receber finais e grandes partidas não será nenhuma novidade para o Estádio Santiago Bernabéu. Além de importantes jogos, foi em um dos gramados mais importantes que jogadores consagrados pisaram por muito tempo.

Di Stefano, Puskas, Gento, Ronaldo, Zidane, Raúl, Butrageño, Casillas, Roberto Carlos, Hierro, Suker e, claro, Cristiano Ronaldo, maior artilheiro da história do clube e também do Santiago Bernabéu. Além dos atuais jogadores do clube, como o melhor do mundo Luka Modric, o campeão mundial de 2014, Toni Kroos, e o brasileiro Marcelo, melhor lateral-esquerdo do planeta há alguns anos.

Cristiano Ronaldo é o maior artilheiro da história do clube e do estádio ( Foto: Getty Images )

Bernabéu, casa de muitos brasileiros

Apesar da passagem pelo rival, Ronaldo é ídolo do Real ( Foto: AP )

O Real Madrid, em sua história, conta com alguns jogadores brasileiros. Muitos deles são ídolos da torcida, como Roberto Carlos, Marcelo, Ronaldo e Evaristo de Macedo. Outros, tiveram destaque, como Sávio e Didi. Além destes, renomados jogadores vestiram a camisa do clube, mas não chegaram ao ápice no time merengue, como Robinho, Emerson, Júlio Baptista, Kaká, Cicinho, Zé Roberto, Flávio Conceição.

Atualmente, a equipe conta com três brasileiros. Marcelo, no clube desde 2007, é o segundo capitão da equipe. Casemiro, que chegou para o time B, foi emprestado ao Porto, e voltou titular absoluto. Além, claro, da grande promessa e xodó que veio do Flamengo, Vinícius Júnior.

Relembre o ocorrido em Buenos Aires

A chegada do Boca Juniors, no último sábado, ao Monumental de Nuñez foi bastante conturbada. O ônibus da equipe foi recebido por pedradas dos torcedores do River, que chegaram a quebrar algumas janelas. A partida, incialmente marcada para às 18h (Brasília), teve o primeiro adiamento para uma hora mais tarde confirmado pela Conmebol.

A polícia precisou reagir e usou spray de pimenta para conter os torcedores mais exaltados. Porém, o forte cheiro teve consequências nos jogadores do Boca, que desceram do ônibus em direção ao vestiário tossindo bastante e com a camisa cobrindo o rosto para não inalarem mais deste gás tóxico.

Um médico da Conmebol, ao ver a chegada do Boca, afirmou: “Os jogadores estão feridos”. Abaixo, podemos ver a chegada de Carlos Tévez aos vestiários, com bastante dificuldade de respirar.

Mais tarde, Pablo Pérez, capitão do Boca, foi levado ao hospital com ferimentos no braço causados pelos destroços dos vidros quebrados e também com uma lesão no olho, que o tiraria da partida caso ela fosse realizada.

A Conmebol chegou a adiar o jogo para domingo, porém, mais uma vez, a partida não aconteceu. Somente nesta quinta-feira uma decisão foi tomada e apoiada pelas duas equipes.

No dia 29 de novembro, a entidade anunciou a partida para o Estádio Santiago Bernabéu. Além disso, havia informado previamente que caso a partida acontecesse fora da Argentina, cobriria os gastos de viagem de até 40 pessoas de cada equipe.

Ingressos

Sites de venda de ingressos já estão disponibilizando as entradas para a partida. Os preços podem variar de 450 euros (cerca de R$ 1975) a 1195 euros (cerca de R$ 5245).

Serão 5 mil ingressos para o Boca Juniors, oferecidos pelo clube, diretamente na Argentina. Assim como para o River Plate. De 24 a 25 mil ingressos para torcedores do Boca, que comprem o ingresso na Espanha, assim como para os do River Plate.

Além disso, o Real Madrid terá direito a 13 mil ingressos, destinados aos integrantes da federação, patrocinadores, convidados, etc.

Em relação aos torcedores que comprara ingressos para a partida no Monumental de Nuñez, o valor gasto será ressarcido pelo clube.