Junior Barranquila avança e pega o Furacão na final da Sul-Americana

Depois de vencer o Santa Fé no jogo de ida da semifinal da Sul-Americana por 2 a 0, em Bogotá, o Junior Barranquilla recebeu o rival colombiano, em casa, e voltou a conseguir o resultado positivo, desta vez por 1 a 0, com gol de Téo Gutierrez, garantindo a classificação para a final da competição. A equipe vai enfrentar o Altético-PR, que eliminou o Fluminense na última quarta-feira.

O único gol da partida foi aos 22 minutos de jogo e precisou do auxílio do VAR. Téo Gutierrez completou para o gol o cruzamento que recebeu, mas o juiz assinalou o impedimento. Após a consulta ao árbitro de vídeo, ficou esclarecido que o atacante não estava adiantado e o gol da vitória foi confirmado.

Téo comemora o único gol da partida ( Foto: EFE )

Pouco depois, aos 34, o Junior teve a chance de confirmar ainda mais cedo a classificação, quando Téo Gutierrez sofreu pênalti. Porém, a chance foi desperdiçada por Sánchez, que cobrou com força para a defesa do goleiro Solis.

Antes do final do primeiro tempo, uma boa notícia para o Atlético-PR. O artilheiro e experiente Téo Gutierrez acertou uma cotovelada em Arboleda e foi expulso. Com isso, cumpre suspensão automática no primeiro jogo da final.

No início da segunda etapa, o Junior Barranquilla quase se complicou. Fuentes recebeu o segundo amarelo e também foi para o chuveiro. Outro desfalque para o jogo contra o Furacão.

Ainda com o segundo tempo em andamento, outras duas expulsões. Desta vez, ambas para o Santa Fé. Rodríguez e Bentancour levaram o vermelho e deixaram o jogo com nove jogadores para cada lado.

Sem dificuldades, o Junior se classificou e agora vai receber o Atlético-PR no dia 5 de dezembro, em Barranquilla, no jogo de ida da final. A partida de volta acontecerá na Arena da Baixada, no dia 12. Chance para o Furacão comemorar o tão esperado título internacional diante de sua apaixonada torcida.

Não se assuste: Boca e River farão final em Madri