Capitão do River, Ponzio pode não jogar a final. Entenda

Após muita confusão, a final da Libertadores ganhou um local para ser jogada, que não agradou muita gente. Em Madrid, bem longe de Buenos Aires, cidade das duas equipes envolvidas, um jogador do River pode ter problemas para atuar: o capitão Ponzio.

De 2002 a 2006 e de 2008 a 2011, Leonardo Ponzio foi jogador do Zaragoza. Por lá, se viu envolvido em um escândalo de manipulação de resultados na temporada 2010/2011, quando seu clube precisava vencer uma partida para não ser rebaixado.

Ponzio também foi capitão do Zaragoza ( Foto: Getty Images )

Segundo uma publicação do jornal espanhol Marca, ele é suspeito em um inquérito instaurado na Espanha para investigar a partida entre Zaragoza e Levante, que terminou com a vitória do time de Ponzio por 2 a 1, que consequentemente escapou do rebaixamento.

Em fevereiro deste ano, Ponzio e outros dois companheiros, Jefferson Montero e Bicolás Bertoloy, tiveram suas prisões decretadas pela Corte de Valência, com pena de dois anos.

Por isso, ao entrar no país, o jogador poderia ter problemas com a polícia e não teria condições de atuar na partida e, possivelmente, levantar a taça de campeão. Ainda de acordo com o jornal Marca, os advogados do River Plate estão tomando conta do caso para que o atleta possa fazer parte da delegação que embarcará para a capital espanhola.

Praticamente espanhol, Dani Alves critica partida

Com 14 temporadas de futebol espanhol, inclusive casado com uma espanhola, o lateral-direito Daniel Alves, do PSG, não perdoou a escolha da capital Madri como sede da final da Libertadores. O ex-Barça postou vídeos em suas redes sociais para criticar o acontecimento.

“Para mim, jogar um Boca x River fora da América do Sul é a maior vergonha que vi e vou ver como jogador de futebol, como sul-americano e como alguém que considera que esse esporte pode viver com sentimento, com paixão e com tudo o que eles querem, mas sobretudo com respeito”, disse ele.

Pedido de título do Boca é negado e River é punido