Higuain e CR7 juntos na Juve? Entenda

Depois de trocar a Juventus pelo Milan, por empréstimo, Gonzalo Higuain pode retornar ao time de Turim ao final da temporada, devido a motivos econômicos, de acordo com uma publicação do jornal italiano Corriere dello Sport.

O time de Milão pagou 18 milhões (pouco mais de R$ 77 milhões) de euros para a Juve ao assinar o termo de empréstimo do atacante, com um acordo de opção de compra de 36 milhões de euros (cerca de R$ 155 milhões).

O contrato de Higuain com a Juventus vai até 2021, tempo em que ele ficaria no Milan, que teria que desembolsar muito dinheiro. Sabendo da importância do jogador para o clube de Milão, Ivan Gazidis, novo diretor desportivo do Milan, vai tentar marcar uma reunião com os representantes da Juventus para sugerir uma redução de preço. Se não houver acordo, o Milan deve realmente mandá-lo de volta para Turim para atuar ao lado de Cristiano Ronaldo.

Cristiano Ronaldo e Higuain foram companheiros no Real Madrid ( Foto: Reuters )

Milan tenta não ultrapassar Fair Play financeiro

Diferentemente da contratação de Lucas Paquetá, que custou cerca de 35 milhões de euros (R$ 151 milhões), a vinda de Higuain não compensaria financeiramente e ultrapassaria o Fair Play financeira estabelecido pela Uefa.

Pelo jogador do Flamengo, que assinou por cinco anos, o Milan desembolsará 7 milhões de euros por temporada. Com “Pipita”, o valor, até o final do contrato, seria muito maior por ano, o que certamente não se encaixa nos padrões de contratação do clube rossonero nos dias de hoje.

Em 13 jogos, Higuain já marcou sete gols. Recentemente, em partida contra a Juventus, acabou expulso na derrota de sua equipe por 2 a 0. Ao tentar contê-lo, Cristiano Ronaldo foi empurrado pelo argentino, que estava extremamente nervoso. A saída do atacante da Juve para o Milan foi motivada pela chegada de CR7 na Velha Senhora.

Cristiano e Higuain foram companheiros de Real Madrid e, agora, podem voltar a atuar juntos novamente.

Pressionado! Lucas Paquetá dá sinais de ansiedade na sua saída do Fla