Copa de 2030 pode ser dividida em três sedes diferentes

, Copa do Mundo

Enquanto a Copa de 2022 se aproxima e a de 2026 já tem as sedes definidas, o Mundial de 2030 começa a ser disputado. Espanha, Portugal e Marrocos pretendem apresentar uma candidatura em conjunto para que uma Copa do Mundo seja disputada pela primeira vez em dois continentes diferentes simultaneamente.

A ideia partiu do presidente espanhol Pedro Sánchez em uma visita ao Marrocos. Na ocasião, o espanhol conversou com o primeiro ministro marroquino, Saad Eddine El Othmani, e com o rei Mohamed VI. Em entrevista coletiva, Sánchez contou um pouco de como foi a conversa.

“Fiz uma proposta ao governo de organizar uma candidatura conjunta entre Espanha, Portugal e Marrocos para sede da Copa de 2030. Estamos lançando uma mensagem conjunta, com uma candidatura envolvendo dois continentes. O Rei do Marrocos foi receptivo e vamos trabalhar em conjunto com Portugal”, afirmou.

De acordo com a imprensa portuguesa, a proposta ainda não chegou à Portugal, portanto seria uma ideia bem embrionária do presidente espanhol, que também não teria comunicado a Federação Espanhola de Futebol.

O Mundial de 2030 pode acabar sendo na América do Sul, também com sede tripla. O Uruguai gostaria de celebrar o centenário de seu primeiro título e sua primeira edição, já que sediou e venceu a primeira Copa em 1930. Pelas problemas financeiros que atravessa, a Argentina se uniu aos vizinhos para levar o Mundial de 2030. Para dar certo, ambos pretendem incluir ainda o Paraguai na candidatura para aumentarem as chances de conseguirem a vitória.

Copa de 2026 com três sedes

Esta seria a primeira vez que uma Copa do Mundo se realizaria em dois continentes diferentes, porém, não em três sedes distintas.

Para o Mundial de 2026, Estados Unidos, Canadá e México venceram a disputa em vão sediar uma Copa em três países diferentes pela primeira vez.

“Copa de 2022 será a melhor da história”, diz Fossati