Neymar ainda mostra frustração por eliminação na Copa

A eliminação da Seleção Brasileira para a Bélgica, na Copa do Mundo deste ano, ainda mexe com Neymar. Em entrevista coletiva realizada ontem, o craque do Time Canarinho deixou claro que queria acabar com a frustração da derrota o mais rápido possível. No entanto, destacou que se a equipe ficar só pensando nisso e não fizer um bom trabalho agora, não chegarão ao próximo Mundial.

“Tinha que ter Copa do Mundo todo ano. É claro que eu queria (risos). Acabou agora, sabemos que só daqui a quatro anos. O jogador sofre, mas não podemos pensar só nisso porque se não fizermos um bom trabalho agora, ninguém chega à Copa do Mundo. Ninguém sabe como vai estar lá, por isso o agora é o mais importante”, declarou.

Após o Mundial da Rússia, Tite acabou com o rodízio da faixa de capitão. O treinador decidiu que Neymar ficaria com a braçadeira de forma definitiva. O atleta comentou a função.

“Estou há alguns aninhos na Seleção. Assumi a braçadeira há pouco tempo, mas cada um tem sua forma de liderar. Não é porque uso a faixa que só eu vou falar, dar exemplo. Cada um tem seu papel na Seleção, me sinto orgulhoso e feliz por ser um líder”, disse.

Balanço de 2018

Lesão, frustração na Copa do Mundo, nome constantemente ligado ao Real Madrid, capitão da Seleção Brasileira. Este ano foi intenso para Neymar. O camisa 10 fez um balanço de 2018 e projetou 2019.

“Foi um ano bem movimentado, com coisas ruins e boas, aprendizados. Eu me tornei um pouco mais experiente. Agradeço a Deus tudo que aconteceu. Fiquei chateado com a lesão, principalmente a derrota na Copa do Mundo. Foi uma semana horrível, mas depois tivemos que seguir, trabalhar e se dedicar por novos objetivos. Tive minha primeira cirurgia, me tornei referência por ser capitão. Juntando tudo foi um ano bom para mim. O aprendizado que tive nesse ano, vai ser difícil ter em outro. E espero que 2019 seja um ano de conquistas, alegrias, e que eu possa estar cada vez melhor”, concluiu.

Maestro do Tri questiona Neymar na Seleção