SESC-RJ bate Fluminense e é campeão carioca

, Outros Esportes

O SESC-RJ é campeão carioca de vôlei feminino. Em jogo acirrado, a equipe bateu o Fluminense por 3 sets a 2. Com o resultado, o Rio de Janeiro chega ao 14º título estadual na sua história. Destaque da partida, a russa Tatiana Kosheleva decidiu o jogo marcando o ponto do título.

Fluminense começa bem e garante vantagem

Assim como no jogo da primeira fase, a decisão entre Fluminense e SESC-RJ começou bastante acirrada. Com muitas alternâncias na liderança do placar, as duas equipes chegaram a estar empatadas em 20 a 20. Mas, na hora da decisão, brilhou a estrela do técnico Bernardinho que conseguiu acertar o time e fechou o primeiro set em 25 a 21.

Na volta para o segundo set, o ritmo seguiu altíssimo. As equipes seguiram lutando pela liderança do placar, até que brilhou as estrelas de Pri Daroit e Joycinha. A central e a oposta chamaram a responsabilidade e fizeram o Fluminense abrir vantagem de cinco pontos no placar. O SESC até tentou buscar o resultado, mas acabou perdendo por 25 a 23.

Se os dois primeiros sets foram bem parelhos, o terceiro foi um passeio tricolor na quadra do Tijuca Tênis Clube. Logo de cara, o Fluminense abriu sete pontos de diferença. Nem a cotovelada de Lara Nobre em Pri Daroit desanimou a equipe que seguiu amassando o SESC-RJ. Com muita força, o Tricolor garantiu a vitória por 25 a 16.

Kosheleva chama a responsabilidade e SESC vence

Precisando vencer de qualquer maneira, o SESC-RJ voltou com tudo no quarto set. Sob a batuta das gringas Yonkaira Peña e Tatiana Kosheleva, o Rio abriu quatro pontos de vantagem para o Fluminense. A equipe tricolor respondeu com Pri Daroit, que empatou o jogo em 18 a 18. Mas a igualdade não durou muito. O SESC voltou à liderança e a ponteira russa fechou o set em 25 a 19.

No Tie-Break, o Fluminense começou avassalador. O Tricolor abriu 3 a 0 logo de início. O SESC-RJ chegou a diminuir, mas o Fluminense estava embalado e ampliou a vantagem para quatro pontos. Entretanto, a equipe tricolor começou a relaxar. E não dá para diminuir o ritmo com uma das melhores equipes do Brasil. O Rio virou o placar para 9 a 7. O Fluminense chegou a voltar à liderança. Mas, novamente, Kosheleva fez a diferença. A russa marcou o ponto do título com um belo ace: 15 a 12 e SESC-RJ campeão carioca.