Confira os brasileiros que atuam no Campeonato Italiano

Um dos principais campeonatos do mundo, a Serie A TIM, Calcio, ou simplesmente Campeonato Italiano, conta com vários jogadores que nasceram na terra do futebol. Alguns, atuando por lá com bastante destaque, outros nem tanto. Um dos times mais ligados ao Brasil, o Milan é um dos poucos que não conta com nenhum atleta do Brasil no elenco, algo bem raro por lá. Vale lembrar que isto vai mudar a partir de janeiro, com a chegada de Lucas Paquetá, do Flamengo.

O Esporte 24 horas traz um balanço geral dos 32 brasileiros que jogam na Itália. Apenas cinco equipes não contam com atletas brasileiros em seus elencos: Chievo, Empoli, Frosinone, Milan e Parma.

ATALANTA

Rafael Tolói já tem mais de 100 jogos pela Atalanta ( Foto: Divulgação | Atalanta )

No meio da tabela, a Atalanta conta com apenas um brasileiro no elenco. O zagueiro Rafael Tolói, que começou a carreira no Goiás, antes de se transferir para o São Paulo. Pelo time paulista, foi emprestado para a Roma, onde se aventurou pela primeira vez no Campeonato Italiano. Não se deu muito bem e retornou. Após mais duas temporadas no São Paulo, foi contratado pela Atalanta na temporada 2015/2016, onde permanece até hoje, com mais de 100 jogos pelo clube.

BOLOGNA

O goleiro Angelo, de 34 anos, começou a carreira no Santo André, mas em 2007 se transferiu para a Itália, onde permanece até hoje. Começou no modesto Varese, depois passou por Ancona e Sampdoria, antes de acertar com o Bologna, onde atua desde a temporada 2014/2015. Não é titular do clube no momento.

O zagueiro Danilo ficou bastante conhecido no Brasil quando atuou por Altético-PR e Palmeiras. Após deixar o clube paulista, em 2011, Danilo jogou pela Udinese, onde foi titular absoluto por sete temporadas. Ainda vinculado ao clube, está emprestado para o Bologna, onde também atua como titular.

CAGLIARI

O goleiro Rafael Pinheiro, de 36 anos, não fez carreira no Brasil. Apesar de ter atuado pelo Santos, foram apenas dez jogos em três anos. Foi vendido para o Hellas Verona, na temporada 2007/2008, onde ficou como titular por praticamente nove temporadas, até ser emprestado ao Cagliari. Depois de um ano emprestado, foi contratado na temporada 2016/2017, mas não é presença constante nas partidas.

Camisa 10 e titular, João Pedro pode dizer que foi formado na Europa. Apesar de ter passado pelas categorias de base do Atlético-MG, ele também jogou na base no continente europeu, pelo time sub-19 do Palermo, na Itália. Após rodar por clubes de Portugal, voltou de vez para a Itália em 2014, onde atua desde então pelo Cagliari.

Aos 28 anos, Diego Farias seguiu caminho parecido do companheiro. Fez base no Chievo, passou por Hellas Verona, Foggia, Nocerina, Padova e Sassuolo, até chegar ao Cagliari na temporada 2015/2015.

FIORENTINA

Campeão da Copa do Brasil e Brasileiro pelo Palmeiras, Vitor Hugo era zagueiro artilheiro. Por isso, chamou a atenção da Fiorentina e assinou com o tradicional clube na temporada passada.

Gerson foi revelado pelo Fluminense e era grande promessa. Foi logo vendido para a Roma, onde não teve muitas oportunidades. Para ganhar mais rodagem, está emprestado para a Fiorentina.

GENOA

A equipe conta com três brasileiros no elenco. Dois deles são naturalizados italianos. O lateral-direito Rômulo e o meia Daniel Bessa, que fizeram carreira na Europa, principalmente na Itália. O volante Sandro, revelado pelo Internacional (campeão da Libertadores e da Sul-Americana) e com passagens por Tottenham e Seleção Brasileira, tenta um recomeço na carreira na Itália. Após passagem pelo modesto Benevento, da segunda divisão, acertou com o Genoa para esta temporada.

INTERNAZIONALE

Uma das principais equipes italianas e com vários brasileiros em sua história, como Ronaldo, Adriano Imperador e Júlio César, a Inter conta com dois jogadores nascidos no Brasil. O zagueiro Miranda, que disputou a última Copa do Mundo, chegou ao clube em 2015 e é titular absoluto. O lateral-direito Dalbert, que brilhou com o Nice na França, está em sua segunda temporada pela equipe de Milão, mas não é titular ainda.

JUVENTUS

O principal time italiano conta com dois brasileiros que atuam também pela Seleção Brasileira. O lateral-esquerdo Alex Sandro, revelado no Santos, teve destaque atuando pelo Porto e foi contratado pela Velha Senhora na temporada 2015/2016. Já o atacante Douglas Costa, após anos na Ucrânia e na Alemanha, foi emprestado para a Juve na temporada passada. Neste ano, a equipe exerceu direito de compra e trouxe o jogador em definitivo. 

LAZIO

O zagueiro Luis Felipe é desconhecido no Brasil. Começou na base da própria Lazio, antes de ser emprestado para o Salernitana. De volta ao clube, já está em sua segunda temporada como profissional, com apenas 21 anos. Outro defensor, Wallace deixou o Cruzeiro rumo ao Monaco, onde ganhou muito destaque. Em 2016 foi vendido à Lazio, onde atua como titular e está na terceira temporada. Talvez o mais conhecido dos três brasileiros da equipe, o volante Lucas Leiva deixou o Grêmio e virou ídolo no Liverpool. Após dez anos na Inglaterra, foi arriscar um novo rumo na carreira na Lazio, onde atua em sua segunda temporada, titular absoluto.

NAPOLI

Allan é um dos destaques do Napoli ( Foto: Divulgação | Napoli )

Único brasileiro no Napoli, o volante Allan, ex-Vasco, se destacou na Udinese. Em sua quarta temporada pelo Napoli, vem se destacando tanto, que era um dos nomes mais falados para estar na Seleção. Tite não hesitou e o convocou pela primeira vez, afirmando ainda que deveria ter o convocado antes. O jogador estará presente no grupo de atletas que enfrentarão o Uruguai, no próximo dia 16, e Camarões, no dia 20. Ambas as partidas acontecerão na Inglaterra.

ROMA

Aos 21 anos, o jovem goleiro Daniel Fuzato nem chegou a jogar pelo profissional do Palmeiras e foi logo vendido para a Roma. Em sua primeira temporada, é o terceiro goleiro e ainda não atuou. Seu único compatriota no elenco, o zagueiro Juan Jesus deixou o Inter para a Inter, onde ficou por cinco temporadas. Foi emprestado para a Roma na temporada 2016/2017 e, na seguinte, foi adquirido pela equipe da capital definitivamente.

SAMPDORIA

O clube conta com dois brasileiros no elenco. O goleiro Rafael Cabral, que titular do Santos na época de Neymar, Ganso e cia, foi vendido ao Napoli, em 2013, e ficou por lá até a temporada passada. Agora, contratado pela Sampdoria, segue no banco de reservas e ainda não atuou na temporada. Seu companheiro de equipe, o lateral-esquerdo Júnior Tavares acabou de chegar no clube, emprestado pelo São Paulo, e também ainda não estreou.

SASSUOLO

Revelado pelo Fluminense, o zagueiro Marlon foi logo vendido ao Barcelona, onde não conseguiu se firmar. Foram duas temporadas alternando entre o time A e o B, até ser emprestado para o Nice. Com atuações seguras, chamou a atenção do Sassuolo, que o contratou para ser titular. Companheiro de time, o jovem lateral-direito Rogério foi revelado pelo Internacional, mas logo nas divisões de base rumou para a Itália para o Sassuolo. Depois, emprestado para a Juventus, sempre atuou pelo time B. A Velha Senhora o contratou em definitivo e o repassou novamente por empréstimo para o Sassuolo, onde pode ganhar mais experiência.

SPAL

Os dois brasileiros que atuam pelo SPAL já são bem experientes. O zagueiro Felipe, de 34 anos, já começou sua carreira na base da Udinese, e nunca atuou no futebol brasileiro. Já Everton Luiz, volante, fez carreira em times de menor expressão na Brasil, e ainda passou por México, Suíça e Sérvia, antes de chegar ao SPAL, na temporada 2017/2018.

TORINO

No elenco do Torino, os dois brasileiros atuam na zaga. Lyanco, no clube desde a temporada 2017/2018, ainda não conseguiu atuar com regularidade devido a algumas lesões. Seu colega de zaga, outro jovem jogador, Bremen foi vendido pelo Atlético-MG nesta temporada e é um nome a ser estudado para o futuro da Seleção, inclusive podendo estar nas Olimpíadas de 2020.

UDINESE

Vizeu treina pela Udinese ( Foto: Divulgação | Udinese )

O goleiro Nicolas Andrade está emprestado pelo Hellas Verona. Aos 30 anos, já tem uma partida pelo Udinese, pela Copa da Itália, mas é claramente um reserva na equipe. Quem está longe de ser reserva é o zagueiro Samir. Revelado pelo Flamengo, foi contratado pela Udinese, mas não jogava. Foi emprestado ao Hellas Verona para ganhar experiência. Há três temporadas já se destaca na equipe preta e branca. Outro ex-jogador do Flamengo, Felipe Vizeu chegou à Udinese em julho deste ano. Poucas oportunidades tem sido dadas ao artilheiro e ele ainda não balançou as redes na Itália.

Mete o pé, Lucas Paquetá. Arrivederci!