Tite, sobre renovação da Seleção: “É difícil montar a equipe”

A Seleção Brasileira penou para ganhar da Argentina na tarde desta terça-feira (16). O gol da vitória só saiu aos 47 minutos da etapa final. Em entrevista antes do amistoso contra a Arábia Saudita, Tite falou em “convencer para vencer”. Os resultados vieram, mas o futebol da equipe foi muito abaixo do esperado. Ainda mais se analisarmos que os árabes não tem tradição no futebol e os argentinos jogaram com um time bastante modificado, sem Lionel Messi e outras estrelas.

Em entrevista coletiva após a partida contra a Argentina, Tite foi perguntado se os Hermanos poderiam ter vencido. O técnico brasileiro afirmou que não, pois o Brasil foi melhor e acabou premiado com o gol.

“O Brasil foi melhor, e o desempenho da equipe foi premiado com o gol. Poderia ter sido em outro momento, mas foi no final. A equipe ficou concentrada, martelada. O escanteio foi fruto de botar volume no jogo”, declarou o treinador.

Amistosos

Tite comentou sobre os amistosos visando a preparação da equipe para a Copa América. O técnico revelou que irá testar mais jogadores que ainda não estiveram na Seleção Brasileira e chamará outros que estiveram na Copa antes da lista final para a competição do ano que vem.

“É um pepino e um desafio. É difícil montar a equipe. Se você observou as últimas convocações, teve 13 jogadores da Copa. A gente vai acompanhar os atletas que ainda não tiveram oportunidades para estar aqui. Tem atletas que estão e foram para a Copa e eu quero trazê-los. Não sei quantificar isso. E dar oportunidade dentro de uma estrutura”, concluiu.

Vale lembrar que a Copa América de 2019 será disputada no Brasil, o que não ocorre desde 1989. O time canarinho volta a campo no dia 16 de novembro, novamente contra um rival sul-americano, desta vez o Uruguai, em Londres, na Inglaterra.

Maestro do Tri questiona Neymar na Seleção

Deixe uma resposta