FlaBasquete busca embalar de vez contra o Brasília

Após estrear com vitória na NBB, FlaBasquete reencontra um antigo rival. Nesta segunda-feira, o clube carioca visita o Brasília, no ginásio Nilson Nelson. Na temporada de 2008-09, as equipes disputaram a final do torneio, que acabou com o primeiro título rubro-negro. Mas, agora, a história é outra. Multicampeão e mais estabilizado, Flamengo busca construir uma invencibilidade e seguir ditando o ritmo da competição. Por outro lado, Brasília tenta se recuperar após uma derrota em casa para o Vasco.

Logo após ficar fora da última temporada, o Brasília volta a competição com um time experiente e vitorioso. Por isso, se espera que o clube vá pegando mais ritmo ao longo da competição. Diante dessa nova realidade, o treinador rubro-negro, Gustavo De Conti, projeta um jogo muito duro.

“Esperamos um jogo muito duro, pois eles perderam a primeira partida e querem vencer em casa. É uma equipe tradicional, com jogadores experientes e vitoriosos. Portanto, a equipe vai pegar conjunto durante a temporada e vai brigar pelas primeiras posições, com certeza”, analisou.

Vivendo um momento de reformulação, Flamengo busca voltar a vencer a competição. Logo após duas edições de fracasso, o clube carioca montou um grupo com jogadores experientes, como Olivinha e Varejão, e outros mais jovens. Apesar de vencer a primeira partida, o ala-armador do Fla, Deryk, ressalta que o momento ainda é de entrosamento.

“Principalmente, no começo do campeonato os times ainda estão se conhecendo e se entrosando. Por isso, a importância desses primeiros jogos, eles podem dar uma base muito importante lá na frente. Apesar disso, o Flamengo está muito bem preparado e numa crescente, cada dia e jogo que passa o entrosamento melhora e vamos com tudo em busca dessa vitória”, garantiu o jogador.

(Foto: Gilvan de Souza)

Varejão é um dos destaques do Fla nessa temporada (Foto: Gilvan de Souza)

Equilíbrio no clássico

Voltando ao Novo Basquete Brasil, o Brasília volta a disputar a competição com outra identidade. Mas, com mesma tradição. Por isso, a história mostra que o duelo com o FlaBasquete é de muito equilíbrio. Na fase classificatória, ao todo são 18 jogos, sendo nove vitórias para cada lado. Já em playoffs, a igualdade continua. Foram dez jogos, sendo cinco vitórias para cada lado. Portanto, o rubro-negro pode esperar jogo difícil, nesta segunda-feira.

Deixe uma resposta