Tite convoca Seleção para jogos contra Arábia Saudita e Argentina

O técnico Tite anuncia nesta sexta-feira (21), às 11h, na sede da Confederação Brasileira de Futebol, os jogadores que irão defender a Seleção nos amistosos contra Arábia Saudita e Argentina. As partidas serão disputadas nos dias 12 e 16 de outubro, em Riad e Jidá, respectivamente, ambas na Arábia Saudita. A segunda convocação do treinador faz parte do ciclo de trabalho visando a Copa América do ano que vem e por mais uma edição das Eliminatórias para o Mundial do Qatar.

Tite não vai convocar jogadores dos times classificados para a final da Copa do Brasil. Com isso, Cruzeiro e Flamengo, que cederam Dedé e Lucas Paquetá, para os jogos diante dos Estados Unidos e El Salvador, podem ser “poupados” caso seus times cheguem à final do torneio. Vale lembrar que o treinador fez elogios ao desempenho da dupla nas últimas partidas da Seleção Brasileira.

Baixa

Pedro após sofrer lesão durante jogo contra o Cruzeiro

Lesão no joelho tirou Pedro do restante da temporada (Foto: Lucas Merçon | Fluminense)

O atacante Pedro será a ausência na lista de Tite. O jogador do Fluminense, que ficou de fora dos amistosos contra Estados Unidos e El Salvador, será submetido nesta sexta-feira (20) a uma cirurgia no joelho direito e só volta aos gramados em 2019.

Autêntico camisa 9, Pedro ocupa a faixa de campo que há anos o Brasil não conta com jogadores à altura de Ronaldo, Romário e Adriano. Ele surgiu como opção para o ataque após Gabriel Jesus, do Manchester City-ING, passar em branco nos cinco jogos que disputou pela Seleção Brasileira no Mundial da Rússia.

Aposta

Richarlison durante jogo da Seleção Brasileira

Richarlison fez dois gols no amistoso contra El Salvador (Foto: Lucas Figueiredo | CBF)

O atacante Richarlison, do Everton-ING, deixou boa impressão nos dois primeiros jogos da Seleção após a Copa do Mundo. Entretanto, o ex-jogador de Fluminense e América-MG se encaixa nesse perfil. Agora em alta na Europa, o atleta vem demonstrando que está maduro para assumir posição de protagonismo com a camisa amarelinha do Brasil.

Por outro lado, parece ser cedo aguardar pelas convocações de Vinícius Júnior, do Real Madrid, e Paulinho, do Bayer Leverkusen.

“Copa de 2022 será a melhor da história”, diz Fossati

Deixe uma resposta